Empreendedorismo

Ambev testa delivery com drone com capacidade para transportar até 2Kg

A Ambev fechou uma parceria com a startup Speedbird Aero para estudar o delivery de bebidas da empresa por drones. Na última sexta-feira (30/4), a empresa realizou o primeiro voo de teste na cidade de Jaguariúna, interior de São Paulo, onde fica uma das suas fábricas.

O drone, com capacidade para transportar até 2Kg, percorreu 2 quilômetros até um condomínio de casas ao lado da cervejaria, num trajeto que foi feito em menos de dois minutos. A próxima fase de testes contará com um novo drone capaz de voar por até 20 quilômetros levando uma carga de 8Kg.

Além de explorar formas inovadoras e mais eficientes para a distribuição de produtos, a Ambev acredita que o projeto poderá contribuir com a mobilidade urbana e o meio ambiente, uma vez que deve ajudar a diminuir o número de veículos nas ruas e, consequentemente, a emissão de poluentes.

Primeiro voo de teste foi feito pela Ambev na cidade de Jaguariúna, interior de São Paulo
Primeiro voo de teste foi feito pela Ambev na cidade de Jaguariúna, interior de São Paulo

IA na seleção de talentos

A Ambev vem utilizando Inteligência Artificial nos processos de seleção de candidatos e gestão de talentos. Com o sucesso do projeto no Brasil, o modelo será expandido para outros países que possuem plantas industriais da companhia em operação na América do Sul.

A Rocketmat, empresa americana especializada em analisar dados de pessoas originados da carreira, educação e performance, foi a startup escolhida para executar o trabalho. Selecionada em 2018, ela ajuda, por meio de seus algoritmos, a identificar os comportamentos e competências necessárias para a atuação em ambientes produtivos automatizados e tecnológicos, denominadas “fábricas do futuro”.

Para isso, modelou dois tipos de algoritmos capazes de mapear as características individuais de cada colaborador, a fim de compreender os níveis de soft e hard skills em equipes, áreas de atuação e de todas as unidades cervejarias.

Foram analisados dados de aproximadamente 40 mil profissionais, o que possibilitou a concepção de um algoritmo capaz de predizer os gaps existentes de competência e, por consequência, direcionar para a melhor solução de desenvolvimento de carreira para os colaboradores.

Imagens: Divulgação




Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você usa um Adblock ativo!

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso site. Por favor, deslique seu Adblock para que possamos gerar receitas através dos anúncios. Não vai sair do seu bolso. ;)