Tecnologia

Apps de Android no Google Play terão que explicar o que fazem com seus dados | Aplicativos e Software

Seguindo os passos da Apple, o Google vai pedir que aplicativos de Android disponíveis na Play Store mostrem detalhes sobre os dados que coletam de seus usuários – uma forma de tornar mais transparente o tratamento e as políticas de privacidade aplicadas a informações sensíveis. A mudança foi anunciada nesta quinta-feira (06), e está prevista para entrar em vigor em 2022.

App da Google Play Store no Android (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

App da Google Play Store no Android (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

De acordo com um comunicado postado pelo Google no blog para desenvolvedores, a nova seção de segurança da Play Store permitirá aos usuários saber quais dados os aplicativos estão coletando ou compartilhando com terceiros, o nível de proteção oferecida e outros detalhes sobre privacidade.

Além disso, ao submeter um novo app, o desenvolvedor precisa responder às seguintes questões:

  1. O aplicativo tem práticas de segurança, como criptografia de dados?
  2. O aplicativo segue a política para famílias da Play Store?
  3. O aplicativo precisa desses dados para funcionar ou os usuários podem optar por não compartilhá-los?
  4. A seção de segurança do aplicativo é verificada por um terceiro independente?
  5. O aplicativo permite que os usuários solicitem a exclusão de dados, se decidirem desinstalar?

O que a nova seção de segurança irá exibir?

Quando a mudança estiver no ar, os usuários poderão ver na página de cada app da Play Store quais tipo de dados são coletados e armazenados (como informações sobre localização, nome, endereço de e-mail) e como os dados são usados (são necessários para funcionar? Para personalizar a experiência?).

De acordo com o Google, se um desenvolvedor, de alguma forma, fornecer informações que não condizem com a realidade, ele irá violar a política da Play Store e, quando descoberto, será notificado para corrigir o problema.

O Google afirma que todos os aplicativos da Play Store, incluindo os próprios apps da empresa, deverão compartilhar essas informações e ter uma política de privacidade declarada.

Quando a mudança entrará em vigor?

Cronograma do Google para mudança na Play Store (Imagem: Reprodução/Google)

Cronograma do Google para mudança na Play Store (Imagem: Reprodução/Google)

Por se tratar de uma mudança de grande impacto e importância, o Google está dando um ano para que os desenvolvedores se adaptem às novas regras – prazo maior do que o fornecido pela Apple, inclusive, o que fez com que até o próprio Google demorasse para “entrar na linha”.

De acordo com a empresa responsável pelo Android, as exigências passarão a valer a partir do segundo trimestre de 2022, tanto para novos envios quanto para atualizações de apps em sua plataforma.

Com informações: Google


Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você usa um Adblock ativo!

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso site. Por favor, deslique seu Adblock para que possamos gerar receitas através dos anúncios. Não vai sair do seu bolso. ;)