Automóvel

[Avaliação] HB20X com motor de Creta é versátil mas sai caro  – Notícias


Se por um lado a vida dos hatches aventureiros está cada dia mais difícil pressionada pelos SUVs compactos por outro há boas opções como o Hyundai HB20X com visual próprio e o mesmo motor usado na maioria das versões do Creta. O R7 Autos Carros avaliou a versão aventureira do HB20 que traz tantas características próprias a ponto de fazer o motorista esquecer que se trata do compacto.


HB20X é o melhor aventureiro em 2021? Melhor que Argo Trekking 1.8 e Renault Stepway 1.6? Avaliação. Veja o vídeo!



Na prática, quem dirige o HB20X só lembra da versão original por conta do porta-malas de 300 litros e do entre-eixos limitado de 2,53m. Nos outros quesitos o HB20X é outro carro. São 21,1cm de altura em relação ao solo, 5cm de ganho em relação ao HB20. Na prática o incremento ajuda (e muito) para os buracos, valetas e obstáculos do dia a dia.



Visualmente a entrega também é superior. O pára-choque tem visual específico com entradas de ar laterais, moldura cromada sobre grade em preto fosco, farois com projetor e luzes de neblina, antena do tipo shark, rack de teto, molduras nas caixas de roda, interior com painel que adota moldura vermelha assim como bancos em couro com costura vermelha de estilo esportivo. Os pneus Michelin LTX Force tem borracha reforçada para facilitar o uso no dia a dia.


E o motor?

Nada de motorização turbinada. O HB20X usa o motor Gamma 1.6 16V de 123/130cv e 16,5 kgfm de torque com câmbio automático de seis marchas. Por um lado não tem o brilho do motor 1.0 turbo e por outro a solução do 1.6 com 1.098kg do carro é bem suficiente.



O único detalhe é a transmissão que poderia ter reduções de marcha mais suaves em algumas situações. O consumo também não é dos melhores e na cidade, rodando com etanol, o HB20X fez 7,4km/litro na cidade e 10,2 na estrada. Com gasolina alcançou 10,1km/l na cidade e 13km/l na estrada segundo o computador de bordo. Apesar do giro do motor um pouco mais alto na cidade ele é bem silencioso no rodar e na estrada fica mais suave. Com a carroceria mais alta mesmo assim a dirigibilidade é quase a mesma e a posição de dirigir é boa. Apesar disso, a suspensão ainda é um pouco “seca” ao encontrar obstáculos, queixa ainda ouvida por passageiros que viajam no banco de trás.


Bem equipado

Vale lembrar que essa versão traz itens que tornam o HB20X bem completo: Há sistema start-stop, auxílio de permanência em faixas, controle de estabilidade e alerta de colisão no painel. A multimídia tem 8” com tela flutuante e sistema Android Auto/Apple CarPlay e há duas tomadas USB no console.



O freio é a disco com ABS, há o ar condicionado “semi” digital com mostrador de climatização mas sem a precisão dos graus de temperatura no painel e a a suspensão usa sistema independente McPherson na frente e eixo de torção na traseira.


HB20X 2021 1.6 é um SOBREVIVENTE dos hatches aventureiros! É melhor que Stepway e Argo Trekking? Veja o vídeo!



Conclusão

O HB20X tem visual reforçado mas não fica somente nisso: é uma das versões mais equipadas faltando somente um conjunto Full LED e talvez uma suspensão mais confortável bem como uma relação mais suave de trocas especialmente nas reduções. A lista de equipamentos é bem interessante pois na ponta do lápis o HB20X custa um pouco menos que um SUV compacto de entrada que apesar da altura não seria tão equipado quando o compacto Hyundai. O preço do HB20X fica entre R$ 74.090,00 e a versão Diamond Plus testada pelo R7 custa R$ 84.790,00. O preço das revisões é o menor da categoria (R$ 3.316,00 nas seis primeiras paradas até os 60.000km) e o prazo de garantia é de 5 anos.


Veja mais novidades, vídeos e fotos no Instagram @AutosTV_NOINSTA




Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo