Notícias

Câmara aprova urgência de projeto de igualdade salarial – Notícias

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (29) a urgência do projeto de lei que reduz a desigualdade salarial entre homens e mulheres ao aumentar a multa a empregadores que paguem menos a mulheres nas mesmas funções dos colegas homens. O R7 Planalto antecipou ontem que estava em curso um acordo para acelerar a votação, apesar do texto ter sido criticado pelo presidente Bolsonaro na semana passada. 

O requerimento à urgência ao PL 1558/21foi apresentado pelos deputados Celina Leão (PP-DF) e Hugo Motta (Republicanos-PB). O projeto, do ex-deputado Marçal Filho, foi aprovado pela Câmara e enviado ao Senado, onde foi aprovado. O texto foi enviado à sanção presidencial. Bolsonaro chegou a questionar se vetaria ou não, alegando temer que mulheres não conseguissem emprego após a sanção. O texto voi devolvido à Câmara a pedido do presidente Arthur Lira (PP-AL) por ter sofrido modificações no Senado. 

A bancada feminina no Senado, liderada pela senadora Simone Tebet (MDB-MS), pediu celeridade na votação e articulou para garantir nova aprovação. “Mostra o comprometimento e união das bancadas femininas na Câmara e Senado, independente da coloração partidária ou ideologia somos unidas no tema da igualdade de direitos da mulher”. 

“É uma conquista da bancada feminina”, disse Celina Leão. Ela afirmou que o projeto tem apoio da bancada feminina na Câmara.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo