Automobilismo

Celebração de Hamilton foi “política”, diz comentarista

Lewis Hamilton

Um respeitado comentarista holandês de Fórmula 1 acredita que a celebração extravagante de Lewis Hamilton após o GP da Inglaterra teve um lado “político”.

Após cumprir uma punição pela batida com Max Verstappen, Hamilton saiu de seu cockpit com uma euforia poucas vezes vista – provocando uma reação feroz e controversa de seus críticos.

Jack Plooij, repórter do pitlane do Ziggo Sport, disse ter sido notável como a atitude de Hamilton em relação ao grande público presente em Silverstone mudou repentinamente.

“Lewis disse na quinta-feira que estava preocupado com um público tão grande”, comentou ele no podcast F1 Aan Tafel. “Ele estava assustado com isso – as infecções e o risco”.

“Mas depois da corrida, ele estava gritando como era ótimo ter aquelas 140 mil pessoas lá. Acho que houve muita política por trás disso. A equipe lhe disse ‘coloque o máximo de energia possível neste campeonato’. Essa é a sensação que eu tenho”.

Portanto, Plooij está entre aqueles que acreditam que Hamilton deveria ter “se contido” nas celebrações e “mostrado respeito” por Verstappen enquanto ele estava passando por uma tomografia no hospital.

“Ele não deveria ter feito aquela festa”, insistiu ele. “A equipe deveria ter lhe informado que Max estava no hospital para que ele não fizesse aquilo por um tempo. Realmente não foi bom”.

“Se você faz discursos sobre respeito o ano inteiro e quer esse respeito dos outros, você também precisa demonstrá-lo. Porém, Max sairá disso mais forte”.

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.




Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você usa um Adblock ativo!

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso site. Por favor, deslique seu Adblock para que possamos gerar receitas através dos anúncios. Não vai sair do seu bolso. ;)