Política

Centrais sindicais fazem ato unificado de 1º de maio

De forma unificada, as principais centrais sindicais do país realizam hoje (1º) o ato 1º de Maio Pela Vida, Democracia, Emprego, Vacina para todos e pelo Auxílio Emergencial de R$ 600. A manifestação ocorre virtualmente, em forma de live, desde as 14 horas. 

Participam do evento a Central Única dos Trabalhadores (CUT), a Força Sindical, a União Geral dos Trabalhadores (UGT), a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), a Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST), a Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), a Intersindical, a Pública Central do Servidor, e a Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB).

Este é o terceiro ato de 1º de Maio unificado realizado pelas centrais sindicais, os anteriores ocorreram em 2019 e 2020. Além dos líderes sindicais e políticos, estão programadas as participações dos ex-presidentes da República Dilma Rousseff, Luiz Inácio Lula da Silva, e Fernando Henrique Cardoso. 

Também devem participar o governador do Maranhão, Flávio Dino, Iago Campos, presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), e João Paulo Rodrigues, da direção nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) e representante da Frente Brasil Popular.

Entre os artistas programados estão Chico Buarque, Elza Soares, Chico César, Teresa Cristina, Delacruz, Johnny Hooker, Marcelo Jeneci, Aíla, Renegado, Bia Ferreira, Doralyce; Osmar Prado, Gregório Duvivier, Spartakus, e Lirinha.

O ato pode ser acompanhado nas redes sociais das centrais sindicais. 


Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo