Automobilismo

Charles fez a coisa certa na boa ultrapassagem de Hamilton

Mattia Binotto

O chefe da equipe da Ferrari, Mattia Binotto, rejeitou que Charles Leclerc tenha sido cauteloso em sua defesa de posição contra Lewis Hamilton após a violenta batida de Max Verstappen em Silverstone no último domingo.

Leclerc liderou todas as voltas do GP da Inglaterra até a 50ª de 52, quando Hamilton o ultrapassou pode dentro na Copse, levando o monegasco a alargar sua curva e sendo forçado a se contentar com o segundo lugar atrás do heptacampeão.

A manobra foi feita na mesma curva do confronto de Hamilton com o rival Verstappen na primeira volta da corrida, que viu o holandês bater nas barreiras a 240 kph.

Questionado pela Sky Sports F1 se a defesa de Leclerc de Hamilton foi afetada pelo incidente anterior, Binotto respondeu: “Acho que não. Havia um delta de velocidade entre os dois carros e os dois pilotos naquelas alturas.”

“Teria sido muito difícil mantê-lo atrás. Talvez ele tenha sido agressivo na maneira como ultrapassou, mas acho que Charles entendeu muito rapidamente que ele não teria defesa ali, então ele fez a coisa certa e foi uma boa ultrapassagem, sem dúvida.”

Trabalho da Ferrari supera problemas com pneus

Três corridas antes do pódio de Leclerc, a Ferrari deixou Paul Ricard sem pontos após um pesadelo de corrida que viu os dois pilotos terem tido sérios problemas de gerenciamento de pneus.

Embora problemas semelhantes fossem esperados no circuito de alta velocidade de Silverstone, a Scuderia conseguiu superar todas as preocupações para garantir que seus dois pilotos finalizassem nos pontos, com Carlos Sainz em P6 depois de largar e, P10.

“Podemos estar felizes não só pelo resultado, mas pelo ritmo geral do carro”, acrescentou Binotto.

“Sabíamos que Silverstone teria sido difícil para nós depois da França, estávamos sofrendo muito com o desgaste dos pneus.”

“Concentrámo-nos em casa, em simulações para tentar resolver o problema e penso que sabíamos que Silverstone era outro circuito onde podíamos ter esse problema porque coloca muita energia nos pneus nas curvas rápidas.”

“Mas agora são três corridas seguidas em que tivemos um bom ritmo de corrida, o que foi uma das nossas fraquezas no início da temporada.”

“Estou feliz por ver o progresso, feliz pela equipe porque ela está mostrando a capacidade de entender os pontos fracos e resolvê-los.”

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.




Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você usa um Adblock ativo!

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso site. Por favor, deslique seu Adblock para que possamos gerar receitas através dos anúncios. Não vai sair do seu bolso. ;)