Tecnologia

Computador testado com quatro GeForce RTX 3090s: supimpa desempenho de renderização, mas ficando surdo de perto

A americana Puget Systems, especializada na montagem de computadores pessoais customizados, publicou uma interessante estudo do padrão carro-chefe da placa de vídeo GeForce RTX 3090. Os especialistas usaram quatro aceleradores gráficos Gigabyte GeForce RTX 3090 TURBO de uma vez, equipados com sistema de refrigeração com ventoinha tangencial.

Nascente da imagem: Puget Systems

A placa de vídeo GeForce RTX 3090 (e em universal todos os modelos da série GeForce RTX 30xx) não suporta o modo de formato multi-GPU, que vai além do uso de mais de duas placas de vídeo ao mesmo tempo. No entanto, esta regra não se aplica a programas e aplicativos que não dependem da tecnologia SLI. Os últimos incluem, por exemplo, vários aplicativos profissionais, incluindo Octane, V-Ray e RedShift. Eles podem usar todos os recursos de vídeo disponíveis no sistema. Porquê mencionado supra, quatro placas de vídeo Gigabyte GeForce RTX 3090 TURBO participaram dos testes ao mesmo tempo. De momento, esta é a única versão deste padrão de acelerador gráfico, que está equipado com uma “turbina”, útil para a colocação de aceleradores densos.

A estudo da Puget Systems é interessante por várias razões. Em primeiro lugar, no momento, quase ninguém tem a oportunidade de comprar quatro placas de vídeo da geração Ampere de uma vez. Ou por outra, o problema não está somente no preço de 500 cada, mas também na escassez catastrófica de todas as placas de vídeo GeForce RTX 30 series. Em segundo lugar, poucas pessoas possuem os recursos necessários para realizar tais testes, dada a “gula” de uma formato de quatro placas de vídeo. Deve-se amplificar que a Puget Systems também é conhecida por seu benchmark sintético PugetBench, projetado para testar o desempenho da GPU em vários aplicativos criativos no pacote Adobe Creative Cloud.

Para o teste, a Puget Systems usou uma estação de trabalho Intel Xeon W2255 (10 núcleos / 20 threads, 3,7-4,7 GHz) e uma placa-mãe ASUS WS C422 SAGE equipada com 128 GB de RAM DDR4-3200. O sistema era sustentado por duas fontes de alimento EVGA de 1600W.

O foco principal era em tarefas de renderização. Benchmarks porquê OTOY OctaneBench, V-Ray Next, RedShift e DaVinci Resolve lançados via PugetBench foram usados.

Testes mostraram que usar uma formato de quatro GeForce RTX 3090s no OctaneBench e V-Ray Next dá uma vantagem tangível sobre uma formato com três placas gráficas. Mas, ao mesmo tempo, no DaVinci, quatro aceleradores praticamente não oferecem uma vantagem tangível de desempenho em relação a três placas de vídeo.

Ou por outra, o uso de mais placas de vídeo GeForce RTX 3090 trouxe benefícios tangíveis no teste RedShift.

Um sistema fundamentado em um processador Xeon de dez núcleos e quatro GeForce RTX 3090s consumiu mais de 1,7 kW de vontade em seu pico. A eficiência de vontade é aprimorada com duas fontes de alimento. Portanto o valor do consumo de vontade caiu para 1670 W.

Considerando a peculiaridade do sistema de refrigeração das placas de vídeo, muito porquê as especificidades dos testes, um sistema de quatro placas de vídeo Gigabyte GeForce RTX 3090 TURBO na hora dos testes uivava porquê uma turbina de avião.

Fonte

Artigos relacionados

Usuários lendo agora...
Fechar
Botão Voltar ao topo