Mundo

Covid-19. Novas restrições vão custar à Alemanha 19 mil milhões de euros

As novas restrições decretadas com o propósito de enfrentar a pandemia do novo coronavírus vão custar à economia alemã cerca de 19 mil milhões de euros e cerca de 600 mil empregos, de acordo com cálculos feitos por  um instituto de estudos económicos.

De acordo com o Instituto de Estudos Económicos de Berlim (DIW), a hotelaria e a gastronomia vão ser os sectores mais afectados com a queda na facturação de 5.800 milhões de euros, o que representa uma queda de 55 por cento na receita trimestral habitual.

A indústria vai ter uma queda de cerca de 5,6 milhões de euros, o sector da cultura de 2.100 milhões de euros e o comércio de 1.300 milhões de euros.

O restante da verba vai afectar os serviços e a logística.

Artigos relacionados

Usuários lendo agora...
Fechar
Botão Voltar ao topo