Tecnologia

Daimler e Volvo criarão conjuntamente células de combustível de hidrogênio para caminhões e geradores

A Daimler e a Volvo estão confiantes de que as células de combustível de hidrogênio são um caminho promissor para o desenvolvimento. Eles pretendem provar isso criando uma joint venture que irá desenvolver e vender sistemas de células de combustível.

Conceito de caminhão de célula de combustível de hidrogênio Mercedes GenH2

Segundo relatos, a nova joint venture terá como foco o desenvolvimento de sistemas de células de combustível para caminhões pesados. Os desenvolvedores também destacam que sua tecnologia deve ser “perfeita” para uso em geradores estacionários, com o intuito de criar uma alternativa mais limpa aos geradores a diesel. Outra área de atuação será a criação de um sistema capaz de fornecer potência de 300 kW para caminhões de longa distância.

Apesar da criação da joint venture, nota-se que a Daimler e a Volvo continuarão a ser concorrentes em outras áreas, inclusive no sentido de integração de células de combustível em seus próprios veículos. De acordo com os dados disponíveis, os primeiros testes do produto conjunto Daimler e Volvo estão programados para começar “em cerca de três anos”, e sua produção em série não terá início na primeira metade desta década. A joint venture deve ser concluída no primeiro semestre do ano que vem.

A aliança entre a Daimler e a Volvo é, em certo sentido, um reconhecimento de que as células de combustível de hidrogênio têm um lugar no futuro, onde as tecnologias que não emitem substâncias nocivas terão um papel importante. É provável que as montadoras acreditem que os veículos elétricos dominarão o segmento de automóveis de passageiros no futuro, mas que as células a combustível de hidrogênio são mais eficientes para caminhões e outros fins.

Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo