Mundo

Denúncias sobre votos em nome de mortos viralizam nos EUA

Uma série de afirmações públicas levou muitos americanos a acreditarem que o partido democrata estava usando o registro de pessoas mortas para conseguir votos no Colégio Eleitoral de Michigan durante estas eleições presidenciais de 2020.

A maior parte desses pronunciamentos veio de republicanos, como os membros da família do presidente Donald Trump, ou como o ex-presidente da Câmara Newt Gingrich e o ex-diretor do Serviço Nacional de Inteligência americano Richard Grenell.

Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo