Tecnologia

Divórcio de Bill e Melinda preocupa funcionários da Fundação Gates | Negócios

Divórcios são disputas matrimoniais ocorrem com máxima discrição dos envolvidos, porque também significa a disputa de bens compartilhados. No caso de Bill e Melinda Gates, ela pode decidir o futuro do maior fundo de filantropia do mundo, a Fundação Gates: os dois são co-diretores do conselho administrativo. Um ex-executivo da instituição afirmou que os funcionários da empresa estão “preocupados” devido ao fim do casamento.

Bill e Melinda Gates (Imagem: Kjetil Ree/Wikimedia)

Bill e Melinda Gates (Imagem: Kjetil Ree/Wikimedia)

Divórcio pôs “credibilidade” da Fundação Gates em xeque

O divórcio abalou os funcionários da Fundação Gates. Em entrevista ao jornal Financial Times, um ex-executivo da entidade disse que todos estavam “preocupados” com a separação.

“Pessoas estão muito preocupadas porque a credibilidade e a posição da fundação estão em risco, especialmente em questões como empoderamento de gênero”, comentou o ex-executivo ao jornal.

Na quarta-feira, a Fundação Gates divulgou por meio de uma nota que Bill e Melinda chegaram a um acordo para injetar US$ 15 bilhões na empresa. O CEO da fundação, Mark Suzman, também anunciou a expansão do quadro de conselheiros administrativos.

Melinda pode deixar conselho para abrir a própria empresa

Entretanto, a nota revela um racha dentro da fundação: Melinda pode renunciar a sua posição como co-diretora em 2 anos, caso ela ou Bill não quiserem mais atuar em conjunto.

Divórcio cria futuro incerto para a Bill&Melinda Gates Foundation (Imagem: Merlijn Hoek/Flickr)

Divórcio cria futuro incerto para a Bill&Melinda Gates Foundation (Imagem: Merlijn Hoek/Flickr)

Melinda poderia abrir sua própria instituição beneficente se quiser deixar a empresa, com o “recebimento de recursos pessoais de Bill Gates para seu trabalho filantrópico”. No mês passado, o bilionário Warren Buffet deixou a Fundação Gates. Ele era próximo ao casal e ocupava uma vaga no conselho.

Por fim, a Fundação Gates comentou sobre a expansão do conselho administrativo:

“Ao expandir o número de conselheiros, Bill Gates e Melinda French Gates esperam nomear indivíduos que irão reforçar a diversidade, experiência, expertise sobre a liderança da fundação e manter uma cultura de integridade.”

Fundação Gates arrecadou US$ 55 bilhões em concessões

Durante o casamento, Bill e Melinda ergueram a maior empresa de filantropia do mundo, a Gates Foundation, que arrecadou US$ 55 bilhões em concessões. Na semana passada, a co-diretora anunciou um estímulo de US$ 2,1 bilhões da fundação para combater desigualdades de gênero no mundo.

Melinda French Gates assumiu em 2019 protagonismo para elevar mulheres a cargos de liderança corporativa. “Quero ver mais mulheres em uma posição de tomar decisões, controlar recursos e definir políticas e perspectivas”, disse Melinda Gates à revista Time em 2019. Em maio, ela e Bill Gates anunciaram o término do casamento de 27 anos.

Portanto, não contribuiu para a união e tampouco ao novo objetivo de Melinda que Bill Gates tenha se envolvido com Jeffrey Epstein para discutir doações. Epstein foi condenado pelo tráfico humano de garotas menores de idade se matou em uma cela em Manhattan, enquanto aguardava julgamento.

Desde o divórcio, o comportamento de Bill Gates vem sendo maculado perante a opinião pública por suas condutas polêmicas enquanto geriu a Microsoft. Ex-funcionários alegam que o fundador da empresa “gritava com todos” e chegou a monitorar empregados pela placa do carro.


Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você usa um Adblock ativo!

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso site. Por favor, deslique seu Adblock para que possamos gerar receitas através dos anúncios. Não vai sair do seu bolso. ;)