TV

“É de Casa” homenageia mulheres e conta com participação Lília Cabral – Bastidores

Dira Paes, Fernanda Gentil, Sandra de Sá e Margareth Menezes também participam do programa.

Foto: Reprodução/Globo

O Dia Internacional da Mulher está chegando e o ‘É de Casa’ não poderia ficar de fora dessa celebração. No sábado, dia 6, o matinal recebe mulheres inspiradoras e conta diferentes histórias femininas. Entre as variadas pautas, o programa apresenta mulheres que se destacaram na linha de frente da pandemia, seja na arte, na medicina ou no mundo empresarial, além de reunir iniciativas de figuras femininas populares que se mobilizaram em nome do coletivo ou fizeram movimentos para garantir o sustento de quem ficou desempregada no auge da pandemia. Ao vivo, a atriz Lília Cabral participa da conversa com Patrícia Poeta.

No ‘Viva o Verde’, Ana Furtado e Murilo Soares conversam com a atriz Dira Paes sobre poda de árvores que atraem pássaros. E por falar no assunto, o programa mostra Gisele Bündchen contando histórias para as crianças, despertando nos pequenos o desejo de aumentar o contato com a natureza.

Também amanhã, Cissa Guimarães, que segue de casa, conversa com dois ícones musicais: Sandra de Sá e Margareth Menezes. No papo com a apresentadora, elas falam de vida, carreira e sobre a força da mulher na música, além de cantarem alguns de seus sucessos.

Já no ‘Belezas da Terra’, Juliana Sana conta a história de Noelle Foletto, de Itaqui, Rio Grande do Sul, uma agrônoma e produtora de arroz da região, que além de ser uma referência no mundo do agronegócio, incentiva outras mulheres do campo a lutarem pelos seus direitos.

O ‘É de Casa’ também exibe um papo com Mônica Calazans, a primeira mulher vacinada no Brasil contra a Covid-19, além de uma conversa de Tati Machado com Fernanda Gentil, que estreia o ‘Se Joga’ também neste sábado. E, no ‘Tempero de Família’, Rodrigo Hilbert prepara uma feijoada com couve e farofa de ovo, em sua casa em Teresópolis. De sobremesa, ele ensina a receita da bala puxa-puxa.

O ‘É de Casa’ tem direção geral de Leandro Meneguiti e começa após o ‘Como Será?’, seguindo por cerca de cinco horas no ar.


Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo