Esportes

Entenda por que Istambul pode perder o direito de sediar final da Champions League 

Há dois dias, a Uefa tem conversado com o governo britânico para decidir o destino da final da Champions League, entre Manchester City e Chelsea, até agora marcada para ocorrer no próximo dia 29, no Estádio Olímpico Ataturk, em Istambul, na Turquia. Mas, no último dia 26, o país anunciou um lockdown que se estenderia do dia 29 a 17 de maio, devido ao registro de mais de 37 mil novos casos do coronavírus em 24 horas.

Leia também: Flamengo fecha patrocínio com a Havan até o fim de 2021

Apesar do espaço de 12 dias entre o encerramento das medidas e a final do torneio, o Reino Unido não avalia a viagem como segura. Na última sexta-feira, o governo inglês colocou a Turquia entre os países a serem evitados por seus cidadãos.  

O “The New York Times” reportou que dirigentes da Federação Inglesa de Futebol vêm tentando convencer a Uefa a transferir a final para o estádio de Wembley, em Londres. Uma reunião aconteceria nesta segunda-feira para bater o martelo e, segundo ao jornal americano, Porto, em Portugal, seria a alternativa, caso Londres não se habilitasse. O país está na lista do Reino Unido de territórios habilitados para receber viagens durante a pandemia. 

Análise:Dobradinha de Filipe Toledo e Tatiana Webb consolida domínio brasileiro no surfe

O governo britânico está em uma encruzilhada: o apelo popular de trazer para casa a final de um grande campeonato, que será disputada por dois clubes locais, contra os protocolos de saúde pública instituídos para manter a pandemia em controle sanitário.  

Uma das exigências da Uefa seria fazer o país renunciar a algumas medidas para que funcionários, emissoras de TV internacionais, patrocinadores, fornecedores e dirigentes possam se adequar à mudança de roteiro, sem precisar de quarentena. Ainda existe a questão dos torcedores, já que Istambul receberia 25 mil pessoas no estádio, enquanto, na Inglaterra, o público se limitaria a 10 mil, podendo flexibilizar a 20 mil.


Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você usa um Adblock ativo!

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso site. Por favor, deslique seu Adblock para que possamos gerar receitas através dos anúncios. Não vai sair do seu bolso. ;)