Automobilismo

F1 – Covid ameaça o final da temporada 2020, diz Wolff

Toto Wolff

O restante do calendário improvisado de 2020 da Fórmula 1 está “nas mãos das autoridades nacionais”.

Essa é a opinião de Toto Wolff, cuja equipe Mercedes garantiu o campeonato de construtores em Imola – um dos eventos que substituíram as corridas permanentes que tiveram de ser canceladas devido à pandemia neste ano.

Agora, com as infecções de coronavírus aumentando na Europa e os países reagindo com novos lockdowns e restrições, os próximos GPs estão marcados para Turquia, Bahrain (duas provas) e Abu Dhabi. Wolff acha que a F1 pode lidar com isso.

“Nós ficamos em nossas bolhas, tivemos poucos casos e não somos um risco”, insistiu ele ao jornal Osterreich. “Nós provavelmente somos um dos grupos de pessoas mais seguros”.

No entanto, ele admitiu que a conclusão da temporada 2020 na verdade está “nas mãos das autoridades de saúde, que devem decidir se o automobilismo está aprovado e se nós podemos viajar”.

Até mesmo o Reino Unido, sede da maioria das equipes, está entrando em um novo lockdown. “Definitivamente afetará nossas vidas, mas nós encontraremos uma maneira de lidar com isso”, insistiu Wolff.

Já ouviu o último Loucos por Automobilismo? Clique na imagem abaixo!

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.

Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo