Automobilismo

F1 – Escolhas diferentes de pneus para as duas corridas na Áustria

POR QUE ESCOLHEMOS OS PNEUS
• Para a segunda e terceira pernas da primeira sequência de três finais de semana de corrida no ano, na Áustria, a Pirelli fez duas nomeações de pneus diferentes na mesma pista (como também foi o caso no ano passado em Silverstone). Para a primeira corrida no Red Bull Ring, conhecida como o Grande Prêmio da Estíria, o C2 será o P Zero Branco duro, o C3 será o P Zero Amarelo médio e o C4 será o P Zero Vermelho macio. No Grande Prêmio da Áustria, realizado no fim de semana seguinte em uma pista idêntica, o P Zero Branco duro será o C3, o P Zero Amarelo médio será o C4 e o P Zero Vermelho macio será o C5: a combinação mais macia na linha da Pirelli.
• Essas duas nomeações separadas foram feitas para criar um diferencial entre as duas corridas, proporcionando alguma variação estratégica com a introdução do composto mais macio para o segundo fim de semana.
• O Red Bull Ring é uma pista compacta e como uma montanha-russa, com uma volta frenética e bastante curta caracterizada por uma curva após a outra e várias mudanças na elevação. Apesar disso, não é especialmente exigente com os pneus, o que possibilita o uso dos compostos mais macios da gama.

CARACTERÍSTICAS DA PISTA
• A volta curta de 4,3 quilômetros e dez curvas significa que o tráfego é muitas vezes um problema. Este é um fator quando se trata de corrida e, especialmente, a estratégia na classificação. Por causa da volta curta e fluída, as diferenças de desempenho entre os compostos tendem a ser bem pequenas. A maioria das curvas são para a direita, mas as duas mais exigentes são para a esquerda: o que significa que os pneus menos forçados entram nelas relativamente frios a cada vez.
• A primeira corrida consecutiva no mesmo circuito neste ano significa que as equipes terão muitos dados e oportunidade para maximizar o potencial dos pneus – especialmente durante o segundo fim de semana. Como resultado, as equipes vão se concentrar especialmente nos pneus C5 mais macios para se prepararem para o Grande Prêmio da Áustria.
• No passado, no papel, esta era uma corrida de parada única – exceto nas ocasiões em que um carro de segurança fazia com que os pilotos tivessem um pit stop “de graça”. Este deve ser o caso novamente no Grande Prêmio da Estíria, mas a nomeação mais macia, uma semana depois, pode forçar as equipes para uma estratégia de duas paradas.

MARIO ISOLA – GERENTE MUNDIAL DE MOTORSPORT DA PIRELLI
“Mais uma vez, depois do ano passado, a Áustria acolheu uma corrida consecutiva, o que significa que as equipes têm muitos dados sobre esta pista e experiência recente de como lidar com seus desafios e táticas particulares. No entanto, ter duas nomeações de pneus diferentes é a primeira vez para o Red Bull Ring, então será interessante ver como as equipes se familiarizarão com os pneus C5 mais macios para o segundo fim de semana de corrida e como a nova seleção influencia a estratégia no sentido de criar oportunidades diferentes em comparação com o anterior Grande Prêmio da Estíria.”

GRANDE PRÊMIO DA ESTÍRIA DE FÓRMULA 1



ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.




Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você usa um Adblock ativo!

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso site. Por favor, deslique seu Adblock para que possamos gerar receitas através dos anúncios. Não vai sair do seu bolso. ;)