Automobilismo

F1 – Grosjean mete a boca e sem querer pode ter explicado um grande problema da Ferrari

Mattia Binotto, Charles Leclerc e Sebastian Vettel

Um problema com o qual Haas tem lutado em seu carro pode explicar por que a Ferrari tem sido tão pouco competitiva nesta temporada.

A decisão da Haas de não renovar o contrato de Romain Grosjean deixou o francês mais “bocudo” sobre as deficiências do carro da equipe em 2020.

Ele revelou que um problema de superaquecimento da suspensão tem afetado a equipe durante toda a temporada e tornou o Haas VF-20 muito difícil de guiar.

“Estamos lutando com o superaquecimento da suspensão traseira, o que significa que a plataforma, com a altura certa, está sempre mudando na parte traseira. De uma volta para a outra, podemos ganhar ou perder 4% do equilíbrio aerodinâmico ”, disse Grosjean depois de ser eliminado do Q1 no GP de Portugal.

“Quando fica quente no final do TL3 você consegue a altura certa de rodagem e então esfria – e então você começa a classificação com uma diferente e a cada volta a suspensão traseira esquenta e a altura da traseira muda”, acrescentou.

“Normalmente estamos lutando um pouco, mas no fim de semana passado em Portimão a magnitude doi bem maior e não temos ideia do porquê.”

Continuando, o francês disse: “Tivemos o problema o ano todo, mas neste fim de semana ele foi, por algum motivo, muito exagerado. Então, lutamos com isso. O carro nunca é o mesmo de uma volta para a outra. Não ficamos muito confiantes para a corrida.”

O chefe da equipe Haas, Guenther Steiner, confirmou que eles têm lutado contra esse problema e que estão procurando resolvê-lo durante o resto da temporada.

Além de este problema prejudicar as chances da Haas de ter uma boa campanha em 2020, também pode explicar por que a Ferrari SF1000 tem sido tão pouco competitiva – e por que Sebastian Vettel em particular tem tido grandes problemas este ano.

A Haas tem uma ampla parceria técnica com a Ferrari e a equipe americana usa a mesma UP e suspensão traseira do SF1000, então a equipe de Maranello também pode estar lutando com o mesmo problema de superaquecimento da suspensão.

E, como Sebastian Vettel é conhecido por preferir um carro com uma traseira realmente pregada e previsível, isso poderia explicar por que o tetracampeão está totalmente fora do ritmo em relação ao companheiro de equipe Charles Leclerc nesta temporada.

Já ouviu o último Loucos por Automobilismo? Clique na imagem abaixo!

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.

Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo