Automobilismo

F1 – Hamilton lamenta classificação “ruim” em Portimão

Lewis Hamilton

Lewis Hamilton descreveu sua classificação em Portugal como “ruim” e “confusa” depois de perder a oportunidade de fazer sua 100ª pole position na Fórmula 1.

Apesar de ter marcado a melhor volta geral da sessão com 1m17.968s na Q2, Hamilton não conseguiu uma melhoria no segmento decisivo, quando o tempo de 1m18.348s de Bottas foi suficiente para o primeiro lugar.

“Foi uma classificação difícil para todos”, declarou o britânico. “Não está fácil aqui, particularmente porque está ventando e o asfalto é escorregadio, portanto muito desafiador para todos. Uma sessão confusa para mim. A Q1 não foi boa, na Q2 só tive uma volta boa e a Q3 também foi ruim”.

Elogiando Bottas e com a Mercedes assegurando sua 71ª dobradinha na primeira fila em 141 corridas da atual era híbrida, Hamilton acrescentou: “Um ótimo trabalho de Valtteri e de nossa equipe”.

“Para nós, estar na primeira fila definitivamente não era esperado neste fim de semana, então temos de ficar felizes com isso. Max (Verstappen) obviamente conseguiu algo no final, mas não sei ao certo onde eles estavam mais cedo. Não foi a volta perfeita, mas eu dei tudo”.

Após os testes de pré-temporada, a Mercedes parecia não ter resposta para a velocidade da Red Bull, mas no terceiro GP do ano, a equipe alemã aparentemente já anulou a diferença. Verstappen larga em terceiro, tendo perdido a pole porque seu melhor tempo na Q3 foi deletado por exceder os limites da pista na curva 4.

Com isso em mente, Hamilton reiterou que a Mercedes não pode ficar para trás no desenvolvimento.

“Eu acredito que nós nunca podemos ficar satisfeitos”, acrescentou ele. “Nós existimos para isso, forçar ao máximo, mas definitivamente me sinto feliz com o trabalho que estamos fazendo e os passos que estamos dando”.

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.




Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo