Automobilismo

F1 – McLaren reflete sobre sua corrida em Imola

McLaren em Imola 2020

A McLaren continua sua luta para P3 no campeonato de construtores, mas hoje não foi muito nem em Imola, ao receber a bandeira quadriculada com seus dois carros atrás de uma Ferrari, uma AlphaTauri, uma Renault e uma Racing Point…

O que a equipe tem a dizer?

Carlos Sainz
“Foi uma corrida decente e bem executada para a equipe. Subimos três posições, os meninos fizeram boas paradas nas boxes, ficamos longe de problemas e, em relação ao ritmo, senti que éramos um pouco mais rápidos do que os carros à frente. No entanto, ultrapassar foi extremamente difícil e eu não pude ganhar tantas posições quanto obviamente queria.

“Tive um grande momento na relargada, quando Albon rodou bem na minha frente. Eu tive que pisar no freio e então me defender dos carros atrás. Consegui salvar por pouco e levar o carro para casa em P7. Com os dois carros entre os dez primeiros, marcamos bons pontos para nos mantermos na luta pelo campeonato, mas precisamos continuar melhorando porque cada vez mais apertado.”

Lando Norris
“Não havia muito que pudéssemos fazer hoje. Não conseguimos ultrapassar, mas também não conseguimos subir no grid, mesmo depois do Safety Car. Simplesmente não tínhamos uma vantagem de ritmo grande o suficiente para ultrapassar os carros da frente. Mesmo se você for três ou quatro décimos mais rápido, você apenas fica para trás. Eles só precisam se defender na curva 1 e então estarão seguros pelo resto da volta. Tornou-se uma corrida para tentar defender nossa posição.

“Dizendo isso, não acho que devemos ficar muito desapontados. Ainda temos muito ritmo, apenas tivemos azar recentemente. Precisamos ter certeza de que vai dar certo nas últimas corridas e é isso que vamos tentar e fazer. ”

Andreas Seidl, chefe da equipe
“Esta foi uma tarde desafiadora para nós – mas um grande obrigado a toda a equipe e aos pilotos por lutarem duro, levando os dois carros para casa nos pontos e entregando 10 pontos vitais em nossa batalha pelo campeonato de construtores.

“Nossa corrida foi comprometida por nossas posições na classificação, o que nos fez ficar presos no tráfego durante toda a corrida de hoje. Antes de ir para a Turquia, iremos para casa e passaremos os próximos 10 dias analisando cada detalhe de como podemos extrair mais velocidade do carro – principalmente no sábado. Parabéns à Mercedes pelo sétimo título de construtores consecutivo. Eles são a referência que o resto da F1, que deve se esforçar para vencê-los.”

Já ouviu o último Loucos por Automobilismo? Clique na imagem abaixo!

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.

Fonte

Artigos relacionados

Usuários lendo agora...
Fechar
Botão Voltar ao topo