Automobilismo

F1 – Mercedes terá dificuldade em substituir especialistas de motor

Mercedes x Red Bull

A Red Bull está em contra-ataque após a mudança da Mercedes para pôr fim ao fluxo de pessoal especializado de Brixworth para o novo projeto de motor da Red Bull. O Dr. Helmut Marko revelou em Barcelona que, como surgiram notícias de pelo menos 15 deserções da Mercedes, Toto Wolff estava oferecendo o dobro dos salários.

“Certamente não pagamos o dobro. A Mercedes lhes oferece o dobro se não vierem até nós ou se ficarem. Essa é a verdade”, disse o funcionário da Red Bull ao jornal Osterreich.

É apenas o último desenvolvimento na alta tensão que agora caracteriza a relação entre as rivais pelo campeonato Red Bull e Mercedes. “Duplicar os salários é uma coisa”, afirmou Wolff da Mercedes, “mas se a certa altura se encontrar à frente de alguém que propõe o triplo, não se pode competir com isso”.

“São números de loteria”, declarou o austríaco ao jornal Corriere della Sera. “Felizmente, temos muitos empregados leais que recusaram – eles preferem o nosso ambiente. Para nós, o tempo de retaliação ainda não chegou”.

No entanto, Marko acha que Wolff e a Mercedes perderam um truque para evitar que as deserções aconteçam em primeiro lugar. Ele disse recentemente que Niki Lauda nunca teria permitido que isso acontecesse.

“Niki tinha um contato muito próximo com o seu pessoal de motores”, lembrou Marko em Barcelona. “Ele teria reconhecido cedo o que estávamos fazendo e trabalhado contra isso”.

Wolff disse neste fim de semana que a Red Bull promete ao pessoal da Mercedes um futuro excitante na nova empresa Red Bull Powertrains. “Toto diz também que vamos dar informações da Honda à Volkswagen, então as suas declarações variam”, insistiu Marko.

“Estamos construindo o nosso próprio departamento de motores, e o fato de contratarmos todas estas pessoas demonstra a seriedade com que encaramos o assunto. Conosco, tudo está sob o mesmo teto”, prosseguiu.

“Somos uma equipe de Fórmula 1 com paixão. Na Mercedes, o departamento de motores nunca esteve tão em foco, apesar de ter desempenhado um papel muito importante na equipe que tanto ganhou. Somos uma equipe legal onde a paixão está em primeiro plano”, acrescentou o dirigente da Red Bull.

E Marko disse que é óbvio que a Mercedes vai sentir a falta da mais proeminente das deserções. “Cerca de dez gestores os estão abandonando. Isso não é assim tão fácil de substituir. O nosso plano é continuar a construir os motores Honda em 2023 enquanto desenvolvemos o novo motor que funcionará como um motor Red Bull a partir de 2025”, concluiu.

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.




Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você usa um Adblock ativo!

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso site. Por favor, deslique seu Adblock para que possamos gerar receitas através dos anúncios. Não vai sair do seu bolso. ;)