Automobilismo

F1 – Red Bull estabelece prazo para decisão de motor

Red Bull

A Red Bull estabeleceu um prazo para definir seus planos de motor para 2022.

O “plano A” claramente é assumir a propriedade intelectual da tecnologia e operações da Honda, mas Helmut Marko está exigindo que o desenvolvimento dos motores seja congelado para todos.

“Foi adiado”, disse ele ao Sport1 depois que o assunto foi discutido em uma reunião com todos os participantes da Fórmula 1 em Portugal na segunda-feira. “Mas nós precisamos da decisão até 15 de novembro. Não pode ser mais tarde – esse é o nosso prazo”.

Foi relatado que, enquanto a Mercedes apoia o congelamento dos motores em 2022, a Ferrari poderia bloquear a votação com seu controverso veto. Jean Todt, presidente da FIA, sorriu ao ser questionado sobre o progresso das conversas.

“Em maio, a Red Bull nos disse que não deveria haver um congelamento do desenvolvimento em nenhuma circunstância porque a Honda iria sair. Agora, eles querem o oposto. É o quão rápido este negócio pode ser”, declarou ele à Auto Motor und Sport.

A Red Bull inclusive está ameaçando abandonar a F1 se tiver de voltar a ser uma mera cliente. “Eu respeito todas as opiniões e aplicações, mas não vou me permitir ser chantageado”, insistiu Todt.

“As fabricantes de combustível também nos ameaçaram, dizendo que só irão continuar se houver mais competição, mas é muito mais importante que o dinheiro delas seja investido no desenvolvimento de combustíveis livre de emissões. No fim das contas, tudo o que conta para mim são os argumentos certos, não as ameaças”.

Todt se mostrou mais aberto à sugestão da Red Bull de que uma nova fórmula de motores deveria ser adiantada de 2026 para 2024 ou até mesmo 2023. “Se houver uma possibilidade, por que não?” comentou Todt. “O mais importante agora é que o novo regulamento atraia novas fabricantes para a categoria”.

Já ouviu o último Loucos por Automobilismo? Clique na imagem abaixo!

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.

Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo