Notícias

Hashtag #PedofiliaNaoPrescreve bomba no Twitter após caso de homem de 40 anos com menina de 13

O jornalista Sikêra Júnior apresentou em seu programa “Alerta Nacional”, da Rede TV!, uma denúncia que chocou o país: Francinaldo Moraes, de 40 anos, mantinha um “namoro” com uma criança de 13 anos, com consentimento dos pais. A menina engravidou e acabou falecendo aos 13 anos no parto, após seu bebê já estar morto há dias. Sikêra Jr pediu para internautas usarem a hashtag #PedofiliaNaoPrescreve no Twitter para evitar que casos como o do homem de 40 anos com a menina de 13 anos sejam normalizados e tratados como, digamos, “amor”.

A hashtag #PedofiliaNaoPrescreve ficou destacada nos Trending Topics do Twitter, com muitos brasileiros enojados com um marmanjo de 40 anos mantendo relações sexuais com uma criança de 13 anos, e os pais ainda por cima consentindo.

O escândalo vem logo após um homem de 19 anos, já na maioridade, confessar que está namorando uma criança de 12, também com consentimento dos pais. A revelação fez com que a palavra PEDÓFILO passasse o dia inteiro nos Trending Topics, com brasileiros exigindo que a pedofilia seja tratada como crime, e não normalizada, como parece ser o destino da pedofilia no país.

Procurando-se entre os maiores influenciadores de esquerda, sejam jornalistas, youtubers, celebridades, atores da Globo ou músicos, não parece ter havido muita indignação com o caso do homem de 40 anos transando literalmente até a morte com uma criança de 13 anos.


Seja membro do Brasil Paralelo e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Não perca o curso Ciência, política e ideologia em Eric Voegelin, com Flavio Morgenstern.

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Leia mais em: Senso Incomum

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo