Futebol

Inter é freguês do Corinthians em São Paulo, mas cenário põe Timão como “azarão” neste sábado

Quem não lembra daquele golaço de Nilmar em cima do Corinthians, no Estádio do Pacaembu, logo na primeira rodada do Campeonato Brasileiro de 2009. Campeão pelo Timão em 2005, o atacante vestia a camisa 9 colorada na ocasião e decretou a vitória aos gaúchos por 1 a 0.

Após aquele confronto, disputado em 11 de maio, há quase 11 anos e seis meses, o Corinthians nunca mais perdeu para o Inter em São Paulo. De lá para cá, foram 11 encontros, com sete vitórias alvinegras e quatro empates.

Desta série, seis duelos aconteceram na Neo Química Arena, palco da partida deste sábado, às 19 horas (horário de Brasília), pela última rodada do primeiro turno do Brasileirão: foram três vitórias corintianas, além de três igualdades no placar.

É bem verdade que um desses empates teve um sabor especial aos colorados. Em 2017, depois do 1 a 1 no tempo regulamentar, o Corinthians foi eliminado da Copa do Brasil, na quarta fase do torneio, com um revés por 4 a 3 nos pênaltis.

No retrospecto geral, registrado a partir de 1945, a vantagem também é paulista. O time de Itaquera soma 31 vitórias, contra 23 dos sulistas e 34 empates. Foram 94 gols marcados pelo Corinthians e 87 pelo Inter.

Cenário adverso

Apesar de tudo isso, pode-se dizer, até com certo conforto, que neste sábado o Inter é o favorito e, portanto, tem grande chance de acabar com qualquer tabu.

Afinal, o Corinthians é o terceiro pior mandante do Campeonato Brasileiro, à frente apenas de Coritiba e Goiás, com duas vitórias em oito compromissos.

Já o time de Eduardo Coudet é o terceiro melhor visitante da competição, com quatro vitórias, dois empates e três derrotas, atrás de Flamengo e Palmeiras neste ranking.

Na última quarta-feira, após derrota para o América-MG, que disputa a Série B, o Corinthians atingiu sua pior sequência dentro da Neo Química Arena, onde não vence há quatro jogos. O aproveitamento da equipe no local é de apenas 54,3% neste ano, também o pior desde a inauguração. Nas partidas em público, a marca despenca para 46,1% e um saldo de gols de -2.

Não bastasse tudo isso, o Corinthians é o 13º colocado no Brasileirão, enquanto o Internacional é o atual dono da ponta de cima da tabela de classificação.

Deixe seu comentário


Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo