Notícias

Mariliz “Transa Muito” Jorge acha absurdo votos auditáveis

No mundo das jornalistas celebridades, que, apesar da velhice, nadam 4 km e transam muito, mas muito mesmo, o que está faltando é tempo para lapidar o cérebro. Cuidar para que o córtex fique tanquinho tal qual a barriga.

A espessura intelectual de nossa elite jornalística, como sempre fazemos questão de lembrar, é, hoje, do mesmo naipe da de um flanelinha que vigia carros no entorno da Fonte Nova ou do Maracanã.

Toda e qualquer pauta apoiada pelo atual presidente – considerado o Mal encarnado pela grande mídia – é histericamente contraposta pela legião de descompensados emocionais que habitam as redações de jornal do país todo.

Será a abstinência de verbas públicas? Um mistério que só os grandes detetives podem solucionar. 

brasil-paralelo-1aarte
Assine a Brasil Paralelo e fuja do mundo do chulé

Sabemos há tempos que as urnas eletrônicas são uma batata quente. Desde 2014, quando o ministro Toffoli trancou-se numa sala com pouco mais de 20 pessoas para comandar a apuração dos votos, culminando numa esquisita vitória de Dilma.

O caso chamou a atenção do então colunista da Veja, Juveninho Moura Brasil, que alertou para o fato de que petistas já sabiam do resultado antes mesmo do término das apurações.

Para o G1, o líder do PSDB na Câmara, deputado Carlos Sampaio (PSDB). afirmou: “Não temos elementos para afirmar que não houve fraudes no processo de votação, uma vez que o modelo de auditoria imposto pelo Tribunal Superior Eleitoral não se enquadra em qualquer modelo reconhecido e padronizado por entidades internacionais”.

A jornalista cheia de vigor da Folha, Mariliz “Olha Como Eu Sou Jovem” Jorge, publicou no seu Twitter que é um absurdo a possibilidade de que os votos sejam auditáveis. Quer mutirão de seu séquito pelo Não na consulta pública do Senado sobre o voto impresso.

Mariliz já externou seus sonhos genocidas contra aqueles que, no fundo de sua paranoia histérica, ela chama de “bolsonaristas e fascistas”. É contra o que eu penso? Deve ser varrido do mapa.

Não se sabe o motivo de tanta neura contra o voto impresso. Mas, pelo que se depreende de certo tipo de personalidade, logo logo estarão implorando por votos pelo correio também.

Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita




Leia mais em: Senso Incomum

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você usa um Adblock ativo!

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso site. Por favor, deslique seu Adblock para que possamos gerar receitas através dos anúncios. Não vai sair do seu bolso. ;)