Empreendedorismo

Movimentação nos shoppings cai 72%

Com a adoção de regras mais rígidas para a circulação impostas para conter o avanço da pandemia em São Paulo, o comércio paulista seguiu com baixas recorde na movimentação. Segundo balanço feito pelo Sem Parar, de pagamentos automáticos, o movimento nos estacionamentos dos shopping centers do Estado de São Paulo registrou queda de 72,38%, em relação ao mês anterior. Nos estacionamentos dos centros comerciais, o recuo foi de 18,57% no mesmo período.

Nas estradas e rodovias do Estado de São Paulo, a movimentação de carros foi 10,88% menor em relação a fevereiro. Na comparação com março de 2020, no entanto, o fluxo de veículos leves aumentou 10,47%, enquanto o tráfego de veículos pesados cresceu 12% nas estradas paulistas.

O Sem Parar conta 5,7 milhões de clientes ativos e está presente em 1.800 estacionamentos de shoppings, aeroportos, universidades e centros comerciais, 640 drive-thrus e 150 lava-rápidos, em 13 Estados, além do Distrito Federal.

Shoppings continuam fechados

Mesmo com o retorno para a fase vermelha do Plano São Paulo, desde segunda-feira (12), a entrada e permanência no interior das lojas continua proibida o comércio voltou a operar.

Os serviços de drive-thru (retirada por automóvel) e delivery (por entregadores) continuam normalmente. Porém, o atendimento presencial e venda no local continuam proibidos.

Imagem: Divulgação




Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo