Vida e Estilo

O abate de um urso por razão dos turistas que o alimentavam

O abate de um urso-negro nos Estados Unidos tem gerado polêmica por ser considerado um tanto cruel, mas, na verdade, a responsabilidade é daqueles que levaram o bicho a essa situação.

Os fatos ocorreram há duas semanas no estado de Oregon. Um urso-negro de unicamente dois anos estava começando a ter comportamentos muito estranhos que colocavam em risco a segurança dos turistas e do bicho.

O urso com essas características foi debilitado porque o bicho se aproximava demais das pessoas sem provar pânico, o que o tornava um bicho um pouco imprevisível. Esse comportamento foi causado pelo turismo irresponsável de certas pessoas, levando ao abate do urso.

O abate de um urso por causa dos turistas que o alimentavam

Mais especificamente, o que levou a esse facto é o trajo de que os visitantes do parque oriundo geralmente tentam interagir com os animais selvagens de qualquer forma. Entre outras coisas, eles os atraem com comida, muitas vezes para tentar tirar as famosas selfies.

Os responsáveis ​​pelo parque pátrio cogitaram a transferência desse bicho para outro sítio a término de tentar evitar o abate do urso, mas isso não foi provável e, finalmente, decidiu-se pelo abate do bicho.

Porquê resultado desses acontecimentos, o Serviço Pátrio de Parques dos Estados Unidos incentiva a não cevar ou tentar atrair animais selvagens durante qualquer passeio na natureza. Esses comportamentos fazem com que eles se tornem dependentes do ser humano e tenham menos pânico, o que diminui a sua expectativa de vida e independência, além de nos levar a situações uma vez que essa.

O abate de um urso por causa dos turistas que o alimentavam

Essa não é a primeira vez que ursos-negros se envolvem em incidentes desse tipo nos Estados Unidos. De trajo, um parque pátrio chegou a ser fechado para o público por razão da insistência dos turistas em tirar selfies com os animais.

Fatos semelhantes estão ocorrendo com os bisões de Yellowstone, já que os ataques de bisões a pessoas parecem estar aumentando por razão da intrusão humana na vida desses grandes mamíferos, que acabam atacando o turista irresponsável.

Isso nos alerta novamente para o transe das interações irresponsáveis ​​com os animais, já que as pessoas que quiserem observar a vida selvagem devem ter saudação e observá-los à intervalo, sem modificar seus comportamentos naturais, evitando, assim, episódios uma vez que esses.

Problemas desse tipo não ocorrem unicamente no continente americano, já que conflitos uma vez que os dos macacos na Índia evidenciam a premência de um turismo responsável para evitar a morte de animais inocentes.

O caso do javali urbano em Barcelona, na Espanha, é mais um exemplo de uma vez que o comportamento irresponsável do ser humano pode modificar o comportamento dos animais selvagens até levá-los a um conflito com o próprio ser humano.

Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo