Tecnologia

O Pentágono trocou Cisco por Aruba, que vai implantar 3 mil pontos de acesso Wi-Fi e 150 mil portas Ethernet

Aruba, uma subsidiária da Hewlett Packard Enterprise, anunciou um contrato para atualizar as redes secretas e não classificadas do Pentágono, a sede do Departamento de Defesa dos EUA, para apoiar a operação de dezenas de milhares de dispositivos nele. A área total de escritórios do Pentágono, localizado em Arlington, Virgínia, é de 6,5 milhões de pés quadrados (cerca de 603,8 mil m2).

Business Wire

A arquitetura Edge Services Platform (ESP) da Aruba, que substituirá a infraestrutura com fio legada da Cisco, fornecerá ao Pentágono uma infraestrutura de rede automatizada que elimina processos manuais, como atribuição de porta e configuração inicial do switch.

A modernização da rede melhorará a eficiência operacional, fornecerá aos usuários acesso automatizado e seguro a dispositivos e reduzirá os custos de suporte e treinamento de TI. O Pentágono está substituindo o equipamento Cisco legado por switches de acesso Aruba em todos os níveis de classificação. Como resultado, mais de 150.000 portas Ethernet e 3.000 novos pontos de acesso Wi-Fi serão implantados.

Em termos de rede definida por software, o Pentágono decidiu lançar a plataforma Aruba ClearPass Policy Manager, que permite criar políticas de acesso baseadas em funções ou dispositivos, sejam com fio, sem fio (WiFi) ou VPN.

«No futuro, o Pentágono considerará o uso do ClearPass para unificar o controle de acesso com e sem fio em todas as classificações de rede ”, disse Aruba em um comunicado. Ao mesmo tempo, a empresa não divulgou o custo do contrato nem o prazo de sua implementação.

Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo