Mundo

Pistola usada por Sean Connery em 007 leiloada em Los Angeles

A pistola Walther PP, usada pelo actor Sean Connery – falecido recentemente –  no primeiro filme da saga James Bond, será leiloada no mês que vem em Los Angeles. Estima-se que seja rematada por um valor entre 150 mil a 200 mil dólares.

O actor escocês, que morreu no mês passado aos 90 anos na sua casa nas Bahamas, utilizou a arma no filme “007 contra o Maléfico Dr. No”, de 1962: “A silhueta do 007 empunhando esta pistola viria a tornar-se a imagem mais icónica da saga James Bond e uma das referências da cultura pop mais reconhecidas de todos os tempos”, disse Martin Nolan, CEO da Julien’s Auctions.

Em “Dr. No”, Bond recebe ordens dos seus chefes do MI6, o Serviço Secreto Britânico, para trocar a sua velha pistola Beretta por uma Walther: “A CIA americana confia nelas cegamente”, diz Bond. Diferentes versões do modelo Walther continuam a ser a arma de fogo de eleição de 007, cerca de 25 filmes depois.

Será um dos mais de 500 itens do leilão “Icons & Idols TRILOGY: Hollywood” que vai decorrer online em Beverly Hills a 3 de Dezembro.

Outros destaques do leilão são um capacete de piloto usado por Tom Cruise em “Top Gun” e o casaco de couro de Arnold Schwarzenegger em “Terminator 2: Judgment Day”.

O lançamento do próximo filme de James Bond, que deve ser o último filme do actual 007, Daniel Craig, foi adiado devido à pandemia de Covid-19.

“No Time To Die” está programado para ser lançado em Abril.

Connery ganhou fama mundial e admiração pela sua interpretação com sotaque escocês do espião com licença para matar em vários filmes.

O primeiro actor a apresentar-se como “Bond, James Bond” é considerado por muitos fãs a melhor versão do personagem criado por  Ian Fleming.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo