Esportes

Prefeitura de Volta Redonda cancela todos os jogos de fora do Rio, exceto o do Corinthians pelo Paulista

A prefeitura de Volta Redonda cancelou todos os jogos de clubes de fora do Rio, com exceção do confronto entre Corinthians x Mirassol, marcado para esta terça-feira, no Raulino de Oliveira. A CBF aguardava uma posição oficial do município para se pronunciar em relação às partidas da Copa do Brasil.

Sem jogos:Rio e Niterói proíbem jogos de futebol a partir de sexta-feira

Na tarde de segunda-feira, o município havia confirmado a realização de dois jogos do Campeonato Paulista: além do Corinthians, receberia São Bento x Palmeiras, na quarta-feira. Este último não foi confirmado pela Federação Paulista de Futebol. Também estavam marcadas no site da CBF três partidas da Copa do Brasil nos próximos dias.

Na quinta-feira, jogariam Porto Velho-RO x Ferroviário-CE; na sexta-feira, Jaraguá-GO x Manaus-AM, e Corinthians x Retrô-PE, em rodada dupla.

Leia também:Consultor científico da CBF que ajudou a elaborar protocolo defende paralisação por ‘colapso nacional’

Na noite de segunda-feira, a prefeitura da cidade do Sul Fluminense já havia informado, em nota ao GLOBO, que não realizaria os jogos da Copa do Brasil. Como justificativa, o município havia dito que o veto do governo estadual não permitia receber jogos de times de fora do Rio. Porém, como já havia acertado todos os trâmites com o Corinthians, essa partida seria realizada.

Mesquita aguarda decisão do governo do estado

Há ainda outros dois jogos da Copa do Brasil marcados para o Estádio Giullite Coutinho, em Edson Passos. Porém, a prefeitura de Mesquita ainda aguarda decisão do governador interino do Rio, Cláudio Castro. As partidas em questão são: Ipyranga-AM x Santa Cruz, na sexta-feira; e Goianésia-GO x CRB-AL, no sábado.

Em nota, a prefeitura de Mesquita diz que “aguardará o resultado da votação do decreto do Governo do Estado na Alerj, para se posicionar. O decreto, que deve ser analisado hoje (terça-feira) pelos deputados estaduais, versa sobre o superferiado, que, se aprovado, começaria na próxima sexta-feira, se estendendo até o dia 4 de abril”.

 


Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo