Esportes

Prefeitura de Volta Redonda diz que não receberá jogos da Copa do Brasil; cidade contabiliza mais de 500 mortos por Covid-19

Após ser confirmada pela CBF como palco de três jogos da Copa do Brasil, a prefeitura de Volta Redonda afirmou na noite desta segunda-feira que receberá apenas os jogos do Campeonato Paulista. Corinthians e Mirassol se enfrentam na terça-feira, no Raulino de Oliveira; na quarta-feira, será a vez de São Bento e Palmeiras – a Federação Paulista de Futebol ainda não bateu o martelo em relação a essa partida.

A cidade de Volta Redonda, que tem pouco mais de 270 mil habitantes, contabiliza mais de 500 óbitos por Covid-19 até o momento. Até a última atualização do mapa de risco do governo estadual, de semana passada, o município se encontrava em risco moderado. Porém, a ocupação de UTI para casos da doença ultrapassava 90% no dia 19. Segundo a imprensa local, a situação se agravou e já faltam leitos e médicos na rede pública e há lista de espera na particular.

Sem jogos:Rio e Niterói proíbem jogos de futebol a partir de sexta-feira

Em nota enviada ao GLOBO, o município disse que “houve conversa preliminar, mas a prefeitura não bateu o martelo. Os jogos da Copa do Brasil não vao acontecer. Não haverá jogos da Copa do Brasil em Volta Redonda”.

Na nota, a prefeitura relembrou que, na semana passa, houve um veto do governador Cláudio Castro, impedindo a realização de partidas de times de fora do estado. Porém, as negociações com os paulistas já estavam adiantadas e, por isso, os jogos estão mantidos.

Copa do Brasil:Corinthians x Retrô e mais quatro jogos ‘sem casa’ serão disputados no Estado do Rio

“Houve um veto lá atrás. Até pelo envolvimento da FERJ, acreditou-se que isso estava tudo resolvido. Vamos sediar esses dois jogos (do Paulista) porque já havia tratativa entre federação e clubes”.

“A prefeitura de Volta Redonda está aguardando a posição do governador do novo decreto, que deve começar a vigorar na sexta-feira. Diante disso, e diante da determinação prévia do governador de que não queria os jogos de clubes de fora do Rio aqui, nós não vamos aceitar os jogos da Copa do Brasil em Volta Redonda”.

Leia também:Consultor científico da CBF que ajudou a elaborar protocolo defende paralisação por ‘colapso nacional’

Em relação aos jogos do Carioca que não puderem ser disputados na capital, a prefeitura coloca o Raulino de Oliveira à disposição.

A CBF ainda não respondeu.


Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo