VidaPet

“Pressionam quem é contra corrupção”

O deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) avaliou, nesta quinta-feira (22/7), ser “praxe” e “acertada” a decisão da ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), que pediu para a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestar sobre o pedido de abertura de investigação contra o congressista.

A pedido do ministro da Justiça, Anderson Torres, a Polícia Federal solicitou autorização do Supremo para que Miranda seja investigado por suposta “denunciação caluniosa” contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que não teria encaminhado a denúncia de supostas irregularidades sobre a compra da Covaxin pelo Ministério da Saúde.

“Remeter o pedido do governo ao Ministério Público, por mais descabido que este seja, é praxe. Decisão acertada da ministra Rosa Weber. Errado está o governo, que deixa de investigar o alvo do inquérito e tenta pressionar quem trabalha no combate à corrupção”, disse o deputado.

A magistrada deve aguardar a manifestação da PGR para definir se dá andamento ou arquiva o pedido. Miranda, contudo, disse ter “plena confiança” no trabalho da Suprema Corte, já que é atribuição do Legislativo fiscalizar o Poder Executivo.

“As irregularidades que apontamos já são objeto de investigação no Ministério Público Federal e foram confirmadas em depoimentos prestados à CPI. Sigo com a tranquilidade de quem cumpriu o dever e honrou a confiança da população”, continuou.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você usa um Adblock ativo!

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso site. Por favor, deslique seu Adblock para que possamos gerar receitas através dos anúncios. Não vai sair do seu bolso. ;)