Mundo

Receitas da SJM caem 89,6 por cento entre Julho e Setembro

Os proveitos da mais antiga operadora de jogo do território caíram 89,6 por cento no terceiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2019.  As receitas líquidas da Sociedade de Jogos de Macau (SJM) foram de 841 milhões de dólares de Hong Kong no período compreendido entre Julho e Setembro, de acordo com um comunicado da empresa.

A Sociedade de Jogos de Macau, recorde-se, explora duas dezenas de casinos em Macau. Os lucros antes de impostos, juros, depreciações e amortizações (EBITDA) do grupo no terceiro trimestre registou uma quebra de 182,3  por cento –  ou de 782 milhões de dólares de Hong Kong – em relação aos mesmos três meses de 2019: “Os resultados da SJM no terceiro trimestre continuaram a sofrer o impacto da severa contracção no sector do turismo causada pela pandemia da Covid-19”, disse o vice-presidente e director executivo do grupo, Ambrose So. “Já no final do trimestre começámos a ver o início de uma recuperação no número de visitantes, ocupação hoteleira e despesas de visitantes”, salientou o responsável.

A empresa indica também no mesmo comunicado que a construção do novo ‘resort’ Grand Lisboa Palace, o primeiro da Sociedade de Jogos de Macau na zona do Cotai, está concluída e aguarda as datas finais de fiscalização das autoridades, provavelmente a decorrer no próximo mês.

O grupo espera inaugurar o Grand Lisboa Palace durante o primeiro semestre de 2021.

Ambrose So destacou que “no início de 2021, o papel da Sociedade de Jogos de Macau no desenvolvimento de um turismo diversificado [no território] ganhará um novo destaque com o novo ‘resort’, o Grand Lisboa Palace”.

Artigos relacionados

Usuários lendo agora...
Fechar
Botão Voltar ao topo