TV

Record TV conquista 4º Prêmio Policiais Federais de Jornalismo com reportagem do Câmera Record sobre cemitérios clandestinos

Divulgação Record TV

Nesta quinta-feira, dia 10/12, o jornalismo da Record TV foi vencedor do 4º Prêmio Policiais Federais de Jornalismo, na categoria especial, o Grande Prêmio. 

A premiação é uma iniciativa da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) e do Sindicato dos Policias Federais do Distrito Federal (Sindipol / DF). Por causa da pandemia do novo coronavírus, o anúncio dos vencedores ocorreu de maneira virtual. 

A conquista veio com a reportagem “Cemitérios Clandestinos”, exibida pelo Câmera Record. O programa realizou um levantamento exclusivo a partir da cobertura jornalística diária dos repórteres da Record TV, que durante meses acompanharam ações envolvendo o tema. 

Durante a reportagem, a equipe relata casos de corpos e ossadas encontrados nestes cemitérios, o que comprova a criação destes espaços, utilizados com frequência como como desfecho de ações dos chamados “tribunais do crime”, em que as vítimas são comumente torturadas, julgadas e se, condenadas, assassinadas por membros de facções criminosas.

Dentre as vítimas, características em comum: jovens moradores de regiões dominadas por estas organizações. Os desaparecimentos abalam famílias inteiras, que sofrem com as perdas e com o medo de represálias. 

Essa é a segunda vez que a Record TV vence o Prêmio Policiais Federais de Jornalismo, já que no ano passado, em sua terceira edição, o Domingo Espetacular foi o vencedor da categoria Televisão com a reportagem “Brasileiros traficados e escravizados em garimpos clandestinos da Guiana Francesa”. 

 A equipe do Câmera Record foi composta por Marcus Reis, Rogério Guimarães, Flávia Prado, Gisele Barbieri, Priscilla Grans, Thais Miranda, Michel Mendes, Leopoldo Moraes, Gilson Fredy, Aline Bertoli, Camila Babilius, Miguel Wesley, Carlos Francisco, Glauco Giani, Leandro Pasqualin, César Massei, Mateus Munin, Marcelo Magalhães, Cristiane Massuyama, Gustavo Costa e Pablo Toledo.   

O grupo atuou sob direção de Aline Sordili, Clóvis Rabelo, Rogério Gallo, Thiago Contreira e vice-presidência de Jornalismo de Antonio Guerreiro.

Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você usa um Adblock ativo!

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso site. Por favor, deslique seu Adblock para que possamos gerar receitas através dos anúncios. Não vai sair do seu bolso. ;)