Automobilismo

Red Bull já levou quinze de nossos funcionários

Toto Wolff

O chefe e co-proprietário da equipe  Mercedes, Toto Wolff, disse que já perdeu 15 de seu pessoal de motor dos 100 que foram abordados pela Red Bull.

A Red Bull está caçando pessoal para sua nova divisão de Powertrains, que vai fornecer UPs para as equipes Red Bull e AlphaTauri a partir de 2022.

Depois de recrutar vários japoneses da Honda que já trabalham no motor atual, o alvo tem sido a Mercedes, e até agora seis funcionários foram publicamente confirmados para uma mudança da Mercedes para o novo departamento de motores da Red Bull.

Mas falando com a Sky F1 após o treino de sexta-feira no GP da Espanha, Wolff disse que a Red Bull abordou 100 funcionários da Mercedes High Performance Powertrains, recrutando 15 deles com sucesso.

“É bastante óbvio que se você quiser montar uma fábrica de motores no Reino Unido, há apenas uma, e somos nós”, disse ele.

“Temos cerca de 900 funcionários lá e se você está pescando 15 deles, isso é bastante normal, mas eles foram principalmente atrás do pessoal de produção, então não se trata de desempenho, acho que eles querem construir a empresa.”

O chefe do programa de pilotos da Red Bull, Helmut Marko, disse que a Mercedes estava oferecendo o dobro do salário de seus funcionários restantes para impedi-los de desertar para a equipe austríaca.

Wolff temia que a Red Bull pudesse lhes oferecer dinheiro “triplo”, ponto em que a lealdade não é mais importante.

“Acho que eles se aproximaram de 100 pessoas ou mais e conseguiram 15 talvez, dobrar os salários é uma coisa, mas se você triplicá-los, a certa altura você não vai mais competir nem pela lealdade”, disse ele.

“Respeito todos os que querem defender ou construir o seu negócio, e ainda não chegou o momento da retaliação.”

“Mas crédito para o projeto, é um Monte Everest para escalar, eu gostaria de lutar contra as unidades de potência da Red Bull.”

Rumo ao GP da Espanha também se falou muito em torno do piloto da Mercedes Valtteri Bottas, causado por uma reportagem um tanto sensacionalista afirmando que a equipe poderia substituí-lo no meio da temporada.

No entanto, Bottas deixou claro para a mídia em Barcelona que seu trabalho está seguro, afirmando que apenas a Red Bull troca de pilotos durante uma temporada, e agora Wolff confirmou que deixará as “dança de cadeiras” para a Red Bull.

“Com certeza, a menos que ele pegue gripe e não consiga guiar, ele estará naquele carro”, disse Wolff quando questionado se poderia confirmar categoricamente o assento de Bottas pelo resto de 2021.

“Não vejo razão para mudar, são aqueles caras ali – apontando para o trailer da Red Bull – que gostam de ‘dançar em volta das cadeiras’, então aqui não temos nenhuma mudança esperada.”

“Se você não está feliz com sua esposa e começa a procurar outras, isso realmente não melhora o relacionamento. Tento trabalhar o relacionamento com meu piloto e conseguir o melhor resultado para ele antes de começar a flertar com outra pessoa.”

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.




Fonte

Artigos relacionados

Usuários lendo agora...
Fechar
Botão Voltar ao topo

Notamos que você usa um Adblock ativo!

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso site. Por favor, deslique seu Adblock para que possamos gerar receitas através dos anúncios. Não vai sair do seu bolso. ;)