Esportes

Rio e Niterói proíbem jogos de futebol a partir de sexta-feira

As prefeituras do Rio e de Niterói proibiram a realização dos jogos de futebol nas duas cidades dentro das medidas restritivas em combate à pandemia do coronavírus. Os decretos municipais vão passar a valer na próxima sexta-feira até o dia 4 de abril.

Copa do Brasil:Corinthians x Retrô e mais quatro jogos ‘sem casa’ serão disputados no Estado do Rio

Dessa forma, os jogos do Campeonato Carioca não poderão acontecer nos estádios liberados na capital, como Maracanã, São Januário, Nilton Santos, Moça Bonita, Conselheiro Galvão e Luso-Brasileiro.

A rodada deste meio de semana, no entanto, não será afetada. Como outros municípios permitem a realização do futebol, há a possibilidade de as partidas serem transferidas da capital para outras cidades do estado.  Pelo o governo do estado, que também vai publicar novo decreto, os jogos não devem ser afetados pelas medidas restritivas.

Um dos possíveis locais seria o Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. A prefeitura local, inclusive, confirmou que irá receber jogos do Corinthians do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil, pois o futebol está proibido no estado de São Paulo.  Na terça-feira, o Corinthians enfrenta o Mirassol, às 21h, e, na sexta, joga com o Retrô-PE pela segunda fase da Copa do Brasil. Há ainda a negociação de o jogo São Bento x Palmeiras ser disputado no local.

Leia também:Consultor científico da CBF que ajudou a elaborar protocolo defende paralisação por ‘colapso nacional’

“Temos algumas medidas na capital do Rio a serem tomadas pelo prefeito e pelo governador, e a federação (Ferj) pediu para que negociássemos só a rodada de amanhã [do Paulistão]. (…) A gente ainda tem o Carioca, não temos condições de fazer vários jogos seguidos pelo gramado e pela própria pandemia”, afirmou a secretária Municipal de Esportes de Volta Redonda, Rose Vilela, à Radio Bandeirantes.

A Ferj ainda não se pronunciou sobre a decisão da prefeitura do Rio.

O Vasco disse que aguarda uma decisão da Ferj a respeito do jogo de sábado, que estava marcado para acontecer em São Januário. O clube vai fechar todas as suas sedes sociais, como manda o decreto municipal, mas entende que ele não contempla o centro de treinamento.

O Botafogo também disse concordar com as medidas da prefeitura, mas não se manifestou a respeito de os jogos serem transferidos para outros locais do estado.

“O Botafogo de Futebol e Regatas manifesta o seu posicionamento de concordância com as determinações das autoridades do Rio de Janeiro e Niterói em virtude do recrudescimento da pandemia COVID-19. O Botafogo reitera a importância de que todos reforcem os cuidados com a saúde e intensifiquem os hábitos de prevenção, conforme orientado pelos órgãos de sáude”.

 


Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo