Tecnologia

Roku remove app do YouTube TV em meio a disputa com Google | Negócios

A Roku removeu o aplicativo do YouTube TV de seus reprodutores de streaming de mídia e televisores após embates com o Google. A partir de agora, os novos usuários não poderão mais baixar o app ou assinar o serviço por estes dispositivos. Por enquanto, o uso continua possível para quem já tem o serviço instalado.

Roku Express

Roku Express (Imagem: Divulgação/Roku)

A possibilidade de rompimento já havia sido comentada pela Roku no início da semana sob a alegação de que o Google estava usando práticas monopolistas para impor termos injustos durante a atualização do contrato. Como previsto, o comunicado da decisão veio nesta sexta-feira (30), após o fracasso das negociações.

Segundo a Roku, o Google estaria pedindo algumas regalias, como uma classificação preferencial de seu conteúdo nos resultados de busca e a permissão para substituir as configurações padrão dos assinantes Roku ao abrir o app do YouTube. A empresa também acusa o Google de ter solicitado dados confidenciais de clientes. Veja um trecho do comunicado sobre a retirada do YouTube TV abaixo:

Estamos decepcionados com o fato de o Google ter permitido que nosso contrato de distribuição do YouTube TV expirasse. Roku não pediu um dólar de consideração financeira adicional do Google para renovar o YouTube TV.

Pedimos ao Google apenas quatro compromissos simples. Em primeiro lugar, para não manipular os resultados da pesquisa do consumidor. Em segundo lugar, para não exigir acesso a dados não disponíveis para mais ninguém. Terceiro, não aproveitar o monopólio do YouTube para forçar a Roku a aceitar requisitos de hardware que aumentariam os custos do consumidor. Quarto, não agir de maneira discriminatória e anticompetitiva contra a Roku.

Como nosso contrato expirou, removemos o YouTube TV de nossa loja de canais. Para continuar a fornecer aos nossos usuários uma ótima experiência de streaming, estamos dando um passo extra para continuar a oferecer aos assinantes acesso ao YouTube TV na plataforma Roku, a menos que o Google tome medidas que exijam a remoção completa do canal. Devido à conduta do Google, novas assinaturas não estarão disponíveis daqui para frente até que um acordo seja alcançado.

Google nega acusações e diz que oferta ainda está de pé

Em uma postagem no seu blog oficial, o Google negou as acusações da Roku. “Nossa oferta para Roku era simples e ainda está de pé: Renove o acordo do YouTube TV sob os termos razoáveis ​​existentes”, explicou a empresa, que também condenou o fato de a Roku ter pedido ajuda aos clientes para supostamente influenciar as negociações a seu favor.

“Para ser claro, nunca fizemos, como eles alegaram, qualquer solicitação para acessar os dados do usuário ou interferir nos resultados da pesquisa. Esta afirmação é infundada e falsa”, disse o Google.

Quanto às falas relacionadas a requisitos técnicos exigidos, o Google afirmou que a Roku queria exceções para funcionamento que poderiam “quebrar a experiência do YouTube”, impedindo ou limitando a atualização para correção de bugs ou adição de novos recursos.

A responsável pelo YouTube TV diz ainda que está empenhada para garantir que os membros do serviço continuem tendo acesso ao aplicativo.

Com informações: TechCrunch e 9To5Google


Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo