Esportes

São Paulo segue conversando com Calleri, mas valores ainda são entrave

Aos poucos a paciência do São Paulo para contar com Jonathan Calleri vai se esgotando, mas, pelo menos por enquanto, o clube mantém conversas com o jogador e seus empresários para tentar viabilizar o seu tão esperado retorno ao Morumbi.

As conversas já se arrastam há algumas semanas, mas os valores que o São Paulo pode oferecer e aqueles que os empresários do jogador desejam são bastante diferentes. Justamente por isso, o martelo ainda não foi batido.

Vivendo grave crise financeira, o Tricolor tem de usar a criatividade para encontrar caminhos que viabilizem a contratação de Calleri. O jogador é muito bem quisto pela torcida, tem uma certa identificação com o clube após levá-lo até a semifinal da Libertadores de 2016, mas se vê refém na situação, já que são seus agentes que ditam o rumo de sua carreira há alguns anos.

Calleri foi adquirido pelo Deportivo Maldonado, clube de empresários, em 2016, por cerca de R$ 37 milhões na época. O time uruguaio jamais contou com o atleta, emprestando-o ao São Paulo, por seis meses, e posteriormente para equipes europeias.

No Tricolor, o atacante foi artilheiro da Libertadores e peça-chave na melhor campanha do São Paulo na competição dos últimos anos. Com uma passagem de apenas seis meses, caiu nas graças da torcida, ganhando até mesmo um cântico entoado nas arquibancadas: “Ô ô ô, toca no Calleri que é gol”.

Depois, o camisa 9 tentou vingar no futebol europeu, mas não teve o mesmo sucesso. Calleri passou pelo West Ham, da Inglaterra, além de Las Palmas, Alavés, Espanyol e Osasuna, todos da Espanha, sem sucesso.

Agora, surge a oportunidade de voltar ao lugar onde viveu o melhor momento de sua carreira e ser protagonista novamente. Resta saber se Calleri poderá bater o pé, convencer seus empresários e optar pelo lado esportivo em detrimento do financeiro.

Deixe seu comentário



Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você usa um Adblock ativo!

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso site. Por favor, deslique seu Adblock para que possamos gerar receitas através dos anúncios. Não vai sair do seu bolso. ;)