Automóvel

SUV elétrico esportivo agrada em testes na Europa

O primeiro modelo elétrico de alta performance da Volkswagen, o ID.4 GTX, está chegando às ruas europeias agora e vem se mostrando um modelo promissor, ofertando rápida acleração e dirigbilidade esportiva.

Volkswagen ID.4 GTX - teste

Os preços no ID.4 GTX começam, na maior parte dos países europeus, em cerca de € 50 mil. Na Espanha, por exemplo, custa € 50.705 euros (sem descontos governamentais), o que corresponde a R$ 304 mil.

Volkswagen ID.4 GTX - teste

Não é um modelo acessível mesmo para os padrões europeus. Mas o GTX representa no segmento elétrico o que a sigla GTI é para os modelos térmicos da marca: performance, associada com praticidade e refinamento.

Volkswagen ID.4 GTX - teste

O ID.4 GTX é o primeiro carro elétrico da Volkswagen com proposta de alta performance. Baseado na plataforma MEB, ele usa o mesmo layout básico – incluindo um motor elétrico de 201 cv no eixo traseiro.

Volkswagen ID.4 GTX - teste

No entanto, ele também recebe um motor de 108 cv nas rodas dianteiras para um total de 295 cv e tração nas quatro rodas. Ambos os motores são alimentados por uma bateria de 77 kWh e, com a tração e a potência extras, é o suficiente para dar à GTX ímpeto verdadeiramente esportivo. Ele vai de 0 a 100 km/h em 6,2 segundos, enquanto a velocidade máxima do GTX sobe para 111 mph (178 km/h).

Volkswagen ID.4 GTX - teste

Com motores nos dois eixos, o ID.4 GTX tem tração nas quatro rodas, mas não há ligação mecânica entre os eixos dianteiro e traseiro, o que significa que a configuração da tração nas quatro rodas não tem impacto perceptível no interior em relalão ao ID.4 convencional – um grande benefício de ser um carroe elétrico.

Volkswagen ID.4 GTX - teste

Na maioria das vezes, o GTX opera com tração traseira, com o motor dianteiro somente entrando em operação se o sistema ESC detectar uma perda de tração ou uma demanda por desempenho extra. Há também um Dynamics Manager que conecta os motores e o ESC, semelhante à tecnologia dos Hot Golfs da VW, ajudando na estabilidade e agilidade.

Dado que o GTX pesa mais de 2,2 toneladas, os testes europeus apontam que ele se comporta surpreendentemente bem, graças em parte ao fato de que a maior a maior proporção da massa do carro – a bateria – é centralizada na parte baixa no chassi. Com isso, o o centro de gravidade é mais baixo do que você poderia esperar.

Volkswagen ID.4 GTX - teste

Segundo testes, o GTX faz curvas de forma mais competente que o ID.4 padrão, com mais aderência e mudanças de direção decentes para uma máquina pesada. É considerado um carro divertido dirigir. Quando operado no modo Sport, o motor dianteiro passa a operar, aprimorando o que o GTX tem a oferecer.

Volkswagen ID.4 GTX - teste

Claro, se for usar toda a performance do ID.4 GTX dispon[ivel, o consumo de energia aumenta e a autonomia fica abaixo dos 298 milhas indicados. Em testes na Europa, com o carro sendo constantemente exigido, a autonomia cai para cerca de 225 milhas (360 km) com carga completa. Com capacidade de carregamento rápido de 125kW DC, os proprietários serão capazes de adicionar 186 milhas de alcance (300 km) em apenas 30 minutos – aumentando a flexibilidade do GTX. Caso se use uma wallbox dom[estica, uma recarga completa levará cerca de sete horas e meia, o que significa que as recargas durante a noite serão fáceis.

Volkswagen ID.4 GTX - teste

O que diferencia o GTX, junto com a mecânica sob a pele, é o visual um pouco mais esportivo. Um difusor traseiro mais moderno e um spoiler um pouco maior, rodas de liga leve de 20 polegadas e um kit de carroceria sutilmente aprimorado – incluindo alguma malha de favo de mel na frente – separam o GTX de ID.4s menores, enquanto o chassi apresenta molas mais rígidas, amortecedores mais firmes e ajustados barras anti-roll.

Volkswagen ID.4 GTX - teste

Ele dirige relativamente bem, ajudado por aquele peso extra suavizando as respostas do chassi, então o conforto é adequado. Combinado com o funcionamento quase silencioso totalmente elétrico, é também um SUV de alta performance refinado.

Volkswagen ID.4 GTX - teste

No interior, encontram-se os habituais ajustes dos modelos de alta performance Grupo Volkswagen, como pedais de aço inoxidável, bancos esportivos com costuras vermelhas e volante esportivo.

Volkswagen ID.4 GTX - teste

Há também um sistema de iluminação ambiente de 30 cores, um painel de instrumentos digitais de 5,3 polegadas à frente do motorista e um sistema de infoentretenimento de 10 polegadas com controle de voz.


Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você usa um Adblock ativo!

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso site. Por favor, deslique seu Adblock para que possamos gerar receitas através dos anúncios. Não vai sair do seu bolso. ;)