Mundo

Tufão Goni. Autoridades evacuam mais de um milhão de pessoas nas Filipinas

As autoridades filipinas retiraram quase um milhão de pessoas das zonas costeiras da ilha de Luzon, nas Filipinas, em preparação para a chegada de uma tempestade de categoria 5. O Goni, a tempestade mais forte do mundo, deve tocar terra este domingo. 

A tempestade tropical, com ventos sustentados de 215 km/h e rajadas de até 265 km/h, levará ventos fortes e aguaceiros intensos a todo o norte do país, de acordo com o Exeutivo de Manila.

O Goni é um dos tufões mais fortes a atingir as Filipinas desde o Haiyan, que matou mais de 6.300 pessoas em 2013: “Estamos a passar por um momento difícil com a Covid-19 e aí vem outro desastre”, disse o senador Christopher Go, importante aliado do presidente Rodrigo Duterte. As autoridades locais devem garantir que o vírus não se espalhe nos centros de realojamento, afirmou Go.

O processo de retirada preventiva começou no sábado, com a província de Albay a deslocar 794 mil residentes para locais seguros, disse Ricardo Jalad, director executivo da agência nacional de desastres, numa conferência de imprensa

Na capital Manila e na província de Bulacan, cerca de um milhar de pacientes com Covid-19 alojados em grandes tendas de isolamento podem ser transferidos para hotéis e hospitais, disse Jalad.

As Filipinas têm o segundo maior número de infecções e mortes por Covid-19 no Sudeste Asiático, atrás apenas da Indonésia, com 380.729 casos e 7.221 mortes. 

Artigos relacionados

Usuários lendo agora...
Fechar
Botão Voltar ao topo