Tecnologia

veja quais as diferenças e preços entre os pacotes

Qual é o melhor para mim entre Office na Web, Microsoft 365 e Office 2019? Confira os detalhes dos pacotes e seus preços neste post completo sobre o assunto

Todos que precisam ou pensam em adquirir os pacotes de aplicativos da Microsoft invariavelmente chegam na grande e cruel dúvida: entre Microsoft 365 e Office 2019, qual é a melhor opção? E mais, será que o Office na Web já não é o suficiente? Para saber qual pacote Office é o melhor para você, buscamos cobrir todas essas dúvidas e as responderemos aqui, no Showmetech, nesta matéria.

O que são todos esses pacotes, afinal?

Para começar, vamos separar uma coisa da outra. O Microsoft 365 é o antigo Office 365, para quem estava confuso — que é o serviço de assinatura do pacote Office, que pode ser tanto mensal quanto anual, e traz não só os aplicativos já conhecidos como também suporte técnico e benefícios como armazenamento na nuvem via OneDrive, entre outros benefícios.

Já o Office 2019 é o último pacote de aplicativos da Microsoft, que é vendido separadamente e não desfruta de todos os adicionais da assinatura, recebendo apenas as atualizações de segurança, por exemplo, e não tem suporte técnico (apenas na instalação). O pagamento por esse pacote Office, no entanto, só precisa ser feito uma única vez.

E o Office na Web — que, para quem estava acostumado, é o novo nome do Office Online — é uma opção gratuita e online do pacote Office, incluindo todos os aplicativos básicos e 5GB de armazenamento na nuvem. A utilização dos aplicativos, no entanto, é mais limitada, sem todas as funções de suas contrapartes na versão desktop, e uma conexão com a internet é necessária para o funcionamento, sem a possibilidade de trabalhar offline.

Agora que as principais distinções foram feitas, vamos observar cada versão mais detalhadamente, comparar e descobrir qual é a melhor para cada tipo de usuário.

O Microsoft 365

Como já vimos, o Microsoft 365 é o pacote Office que funciona num programa de assinatura mensal ou anual. A vantagem principal está nas constantes atualizações inclusas, ou seja, os aplicativos utilizados sempre estarão em sua versão mais atual — e essas atualizações são automáticas. Os aplicativos inclusos também são uma vantagem em si, já que o pacote abarca todos os apps possíveis e imagináveis da Microsoft, além dos básicos — o Teams, o Exchange e o Sharepoint também estão no pacote, e você também poderá ter acesso a eles no celular.

Os preços anuais e mensais do microsoft 365 - bem como as diferenças entre o plano família e o personal, em uma imagem.
Os preços anuais e mensais do Microsoft 365 – bem como as diferenças entre o Plano Família e o Personal, em uma imagem.

Para permitir que o trabalho executado tanto no computador quanto no smartphone possa ser enviado e editado de um para o outro, o Microsoft 365 também vem com 1TB de armazenamento na nuvem pelo OneDrive, facilitando esse compartilhamento. Além do mais, há outros serviços menores inclusos na assinatura, como o Microsoft Editor, que traz ajuda ortográfica e gramatical, e ferramentas de inteligência artificial, como auxílio para criação de currículos no Word, ajuda na confecção de apresentações no PowerPoint e o Microsoft Money no Excel, que traz assistência na elaboração e controle de planilhas de finanças.

Backups e maior segurança também vêm no pacote — e também uma versão premium do Outlook, com 50GB de armazenamento e os mesmos benefícios, sem anúncios e com encriptação adicional nos e-mails.

Há várias opções de plano para o Microsoft 365: as mais comuns são plano Personal, por R$ 279,00 ao ano ou R$ 28,00 ao mês, e o Family, que custa R$ 349,00 ao ano ou R$ 35,00 ao mês. O primeiro, como o nome indica, é pessoal — só pode ser utilizado em uma máquina por vez, e vem com todas as vantagens que indicamos. Já o Family pode ser utilizado por até seis pessoas ao mesmo tempo (ou seja, seis dispositivos — pode ser instalado em mais do que seis, mas as utilizações simultâneas são limitadas). Além disso, a segunda opção vem com 1TB por pessoa que compartilha da conta, totalizando 6TB. Maior segurança nos aplicativos móveis também está inclusa.

Há, também, o Office 365 Educação, que oferece o pacote gratuitamente, com Word, Excel, PowerPoint, OneNote e agora o Microsoft Teams disponíveis para alunos e educadores — basta ter um e-mail escolar elegível e se cadastrar pelo site da Microsoft.

Há também a opção do microsoft 365 para empresas, com e-mail corporativo incluso e outros benefícios nas versões mais caras.
Há também a opção do Microsoft 365 para empresas, com e-mail corporativo incluso e outros benefícios nas versões mais caras.

A desvantagem seria a necessidade dos pagamentos recorrentes, que no longo prazo acabam deixando o valor pago bem alto — mesmo com o desconto do plano anual. Além disso, um usuário que utilize apenas os aplicativos básicos do pacote Office pode acabar pagando por diversos serviços que não utiliza, e isso deve ser levado em conta no cálculo do custo-benefício. No entanto, caso o usuário utilize tudo e/ou não se importe com os valores pagos, as desvantagens podem ser desconsideradas – ainda mais se, por exemplo, o plano Family seja utilizado por vários computadores numa empresa ou entre amigos, com os valores devidamente divididos.

Vale lembrar que o Microsoft 365 funciona em sistemas Windows e macOS, mas retroativamente apenas até o Windows 7 — com planos de encerrar o suporte para ele em 2023.

O Office 2019

O Office 2019, diferente da modalidade de assinatura, é uma versão avulsa do pacote Office — ou seja, inclui apenas uma versão, disponível para instalação em apenas um computador. Ainda recebe atualizações, mas elas têm de ser baixadas manualmente – e são apenas atualizações de segurança, que garantem um bom funcionamento dos aplicativos, mas não incluem novas versões (como o já anunciado Office 2021) — então o valor pago para o pacote mais atual tem de ser pago integralmente. Além disso, o pacote funciona somente nas últimas versões de computadores que rodam em macOS e no Windows 10 — ou seja, se você utiliza Windows 8.1 ou 7, pode esquecer do pacote Office 2019, ele só funcionará com o Microsoft 365 nestes sistemas operacionais.

O suporte a essa versão também só irá até 2025 — os usuários ainda poderão utilizar os aplicativos, mas as atualizações de segurança não serão mais fornecidas. Apesar de incluir o acesso ao OneDrive, ele não vem com espaço de armazenamento, o que torna difícil a integração com a versão mobile do pacote Office — para editar documentos do computador no celular e vice-versa, é necessário copiar e colar os arquivos manualmente. Para contornar isso, uma opção seria contratar o serviço de armazenamento do OneDrive à parte (por R$ 9,00 por mês, por GB), ou aproveitar os 5GB gratuitos que vem com uma conta básica do Office na web.

A vantagem é o pagamento único, que vale para toda uma vida (apesar da falta de atualizações), apesar do valor salgado — a versão Office Home & Business 2019, que vem com Microsoft Word, Excel, PowerPoint e Outlook custa R$ 1.789,00, com licença comercial e doméstica.

O preço dos pacotes avulsos do office 2019 é pouco convidativo - especialmente o da versão professional.
O preço dos pacotes avulsos do Office 2019 é pouco convidativo – especialmente o da versão Professional.

Apesar de parecer ter muitas desvantagens em relação ao Microsoft 365, o Office 2019 tem seu público: quem utiliza apenas os aplicativos básicos, não se importa muito com os recursos adicionais e as grandes atualizações e usa apenas numa máquina — ou, quem sabe, utilizaria a licença somente para as funções básicas em um computador de escritório — verá vantagem nessa versão de compra única, evitando os muitos pagamentos. É um público um pouco nichado, de fato, mas ainda existente.

Há, ainda, o Office Professional 2019, com custo mais elevado e licença também comercial e doméstica — R$ 3.199,00 — que, além dos aplicativos inclusos, também vem com Microsoft Publisher e Access, e como o Home & Business, possui suporte de limitados 60 dias, para cobrir a instalação. A má notícia é que esta versão só está disponível para Windows 10 — sem Macs desta vez. Uma versão intermediária mais barata é o Office Home & Student 2019, que por sua vez funciona também em Macs, mas vem apenas com Word, Excel e PowerPoint. O pacote fica por R$ 599,00 e a licença é apenas para o uso doméstico.

O Office na Web

Um pouco afastado da briga entre entre Microsoft 365 e Office 2019 está o Office na Web. A entrada do pacote Office nas opções de ferramentas gratuitas online foi definitivamente tardia, mas não decepciona: os aplicativos, mesmo em versão web, são leves e funcionam bem. O layout dos aplicativos é familiar e a utilização é fácil. Para ser uma opção ao usuário, no entanto, tudo dependerá de quais ferramentas ele utiliza em cada aplicativo.

O Microsoft Word, por exemplo, não vem com a ferramenta de desenho, nem com as ferramentas de formas, SmartArt e gráficos, bem como as abas de Design e Correspondências, limitando o aplicativo à pura e simples edição de texto. O Microsoft Excel também não habilita desenhos e não traz a ferramenta de fórmulas, mas todo o resto está presente. Já o Microsoft PowerPoint tem suporte a desenhos, formas e SmartArt — no entanto, as opções de impressão são limitadas e a modo apresentador não está disponível, bem como as linhas-guia.

Apesar de ter menos funcionalidades, o office na web não deixa a desejar na quantidade de aplicativos disponíveis, nem no suporte.
Apesar de ter menos funcionalidades, o Office na Web não deixa a desejar na quantidade de aplicativos disponíveis, nem no suporte.

Apesar da falta de algumas ferramentas, em comparação com os aplicativos desktop, o Office na Web realmente impressiona. Também é curioso que o suporte técnico disponível para esse pacote seja no mesmo nível do Microsoft 365 — mesmo que seja gratuito – com chats e telefones de contato disponíveis. A versão também inclui 5GB de OneDrive na faixa, para que os arquivos possam ser guardados na nuvem com segurança, mas infelizmente todo o trabalho deve ser realizado online: não dá para mexer ou acessar nenhum arquivo sem uma conexão à internet.

A semelhança dos aplicativos da versão web para com os desktop é incrível - à primeira vista, nem dá para notar que se está editando um documento pelo navegador.
A semelhança dos aplicativos da versão Web para com os desktop é incrível – à primeira vista, nem dá para notar que se está editando um documento pelo navegador.

Conclusão

Entre Office 2019, o Microsoft 365 e Office na Web, com qual devo ficar? Bem, esperamos que essa pergunta tenha sido respondida com as análises mais detalhadas que fizemos acima, mas não faz mal reiterar alguns pontos.

Enquanto o Office na Web é uma ferramenta boa e completa o suficiente para quem quer simplesmente editar documentos sem muitas funções profissionais ou específicas, usuários mais comerciais ou exigentes podem preferir o pacote Office 2019 — que vem com todas as funções dos aplicativos inclusos por um preço único, mas um pouco proibitivo, e deixa de lado complementos como ferramentas IA e suporte técnico — com a opção de compartilhar a licença entre amigos, familiares ou funcionários.

Já o Microsoft 365 tem todas as funções possíveis e imagináveis do pacote Office, que definitivamente é a melhor escolha para quem usa tudo que é oferecido, aprecia ou precisa de suporte constantemente e/ou prioriza integração entre dispositivos e as últimas novidades e tecnologias auxiliares – e não se importa com mensalidades ou anuidades.

E aí, conseguiu decidir qual é o melhor para você? Veja também alternativas gratuitas de programas do Windows para não gastar dinheiro com software.

Veja também

Fontes: Microsoft, Techradar, Windows Central


Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você usa um Adblock ativo!

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso site. Por favor, deslique seu Adblock para que possamos gerar receitas através dos anúncios. Não vai sair do seu bolso. ;)