Automobilismo

Wolff entende a “emoção” do pai de Verstappen

Jos e Max Verstappen

Toto Wolff entende a reação emocional do pai de Max Verstappen após o incidente com Lewis Hamilton no GP da Inglaterra.

Jos Verstappen, cujo relacionamento com Wolff na verdade data da época de Max nas categorias juniores, disse que a celebração extravagante da Mercedes enquanto seu filho estava no hospital significava que Wolff “não precisa mais nos ligar”.

No Twitter, Jos respondeu a esses relatos negando ter falado com o órgão de mídia em questão, mas Wolff diz que compreende a reação emocional do holandês.

“O duelo é altamente competitivo”, declarou o chefe da Mercedes à RTL. “É claro que eu entendo um pai que reage muito emocionalmente aqui porque seu filho sofreu um acidente sério. É compreensível dessa perspectiva”.

“Você precisa entender o lado emocional disso. A competição entre nós e a Red Bull já estava dura antes do ocorrido”.

Entretanto, Wolff continua defendendo seu piloto.

“Um piloto de corrida não deveria recuar quando se trata de disputas na pista. Isso significa que você tem de conseguir manter seu traçado ou sua vantagem, o que às vezes inclui jogar duro”.

Ele admite que o resultado foi ruim nessa ocasião, mas insistiu que Verstappen e Hamilton “não são crianças”.

“É claro que a colisão em si pode ser analisada em 100 imagens individuais, e você forma uma opinião com base nisso. Porém, há o mesmo número de argumentos contrários – por exemplo, Lewis tinha mais de meio carro à frente e Max simplesmente fez a tangência”.

Portanto, apesar das emoções, ele afirma que “você não pode apontar um culpado claro nesse caso”.

“Eu vejo como um cenário de 50-50. Lewis já provou no passado que evita jogar alguém para fora da pista ou colidir. Na verdade, mostrou que, em caso de dúvida, ele se afasta da situação aliviando e não se envolvendo em uma batida”.

Quanto à alegação da Red Bull e de Jos de que Hamilton e a Mercedes não deveriam ter celebrado com tanta euforia após a corrida, Wolff admitiu: “É claro que as emoções fervem aqui”.

“Acho que, se nós estivéssemos do outro lado, teríamos analisado de uma maneira similar. Porém, não teríamos feito alegações pessoais tão rapidamente”.

Segundo Wolff, a Mercedes “sabia o tempo todo” durante a comemoração que Max estava basicamente ileso e “passando relativamente bem”.

“É por essa razão que nossa reação foi adaptada a isso”, disse o austríaco. “Mas é claro que nós aceitamos que todos têm uma opinião diferente – uma perspectiva diferente que é comunicada de sua própria maneira”.

ATENÇÃO: Comentários com textos ininteligíveis ou que faltem com respeito ao usuário não serão aprovados pelo moderador.




Fonte

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Notamos que você usa um Adblock ativo!

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso site. Por favor, deslique seu Adblock para que possamos gerar receitas através dos anúncios. Não vai sair do seu bolso. ;)